O Flamengo teve um 2023 para esquecer, sem conquistar títulos e com vários problemas internos, inclusive com brigas - Gerson e Varela brigaram, e Pedro levou um soco do ex-preparador Pablo Fernández, além do clima ruim com Jorge Sampaoli. Léo Pereira vê esses problemas como resultado do estresse do dia a dia do futebol, e que já estão no passado.
"A gente sabe que são assuntos delicados em que o estresse te faz tomar uma atitude sem pensar. Acho que foi o que aconteceu nesses casos de agressão e de falta de respeito. Tem que levar na esportiva porque temos mais a ganhar do que focar somente no que aconteceu de ruim. Faz parte. Futebol é isso, não pode ter um time só de santo também, todo mundo quer ganhar, ninguém quer perder", disse em entrevista ao site 'ge'.
Sem se preocupar com esse passado conturbado, o zagueiro vê no fim da temporada como uma sinal positivo do que pode ser o Flamengo em 2024, sob o comando de Tite. E mostra confiança em ver o time voltando aos bons tempos de títulos, mesmo com o fim de temporada decepcionante, com o clube terminando em quarto lugar no Brasileirão.
"Com certeza vai ser um time vencedor. A gente já deu indícios de que vai ser um time muito consistente. Acho que temos tudo para fazer um ano bom, sólido e com certeza disputando títulos e vencendo", avaliou.