Rio - O zagueiro Léo Ortiz já chegou marcando o nome na história do Flamengo. O jogador, de 28 anos, foi anunciado nesta quarta-feira (6). Comprado por 7 milhões de euros (R$ 37,6 milhões na cotação atual), o defensor já é um dos zagueiros mais caros da história do clube, mas ainda pode se tornar o mais caro se atingir as metas estipuladas no acordo com o Bragantino.
Caso conquiste títulos com o Flamengo, Léo Ortiz vai acionar um bônus de mais 1 milhão de euros (R$ 5,3 milhões) ao Bragantino. Com isso, a negociação pelo zagueiro seria de 8 milhões de euros (R$ 43 milhões), o que o tornaria o zagueiro mais caro da história do clube, superando os valores corrigidos de Léo Pereira e do ex-jogador paraguaio Gamarra.

Zagueiros mais caros da história do Flamengo:

1 - Gamarra: R$ 42,5 milhões (R$ 10,1 milhões em 2000)
2 - Léo Pereira: R$ 38,8 milhões (R$ 30,4 milhões em 2020)
3 - Léo Ortiz: R$ 37,6 milhões em 2024
4 - Rodrigo Caio:R$ 28,3 milhões (R$ 21,2 milhões em 2019)
5 - Pablo: R$ 18,9 milhões (R$ 17,3 milhões em 2022)
Se atingir as metas do acordo, Léo Ortiz também vai subir na lista das maiores negociações da história do Flamengo, superando nomes como os companheiros Léo Pereira e Ayrton Lucas, além de ex-jogadores do clube como Michael, hoje no Al-Hilal, da Arábia Saudita. Caso isso aconteça, ele seria a 13º maior contratação do clube, atrás de Gabigol, Gerson (que aparece duas vezes), Arrascaeta, De La Cruz, Everton Cebolinha, Pedro, Vitinho, Vagner Love, Luiz Araújo, Allan e Viña.
Léo Ortiz já foi registrado no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF e deve ficar à disposição do técnico Tite para a semifinal do Campeonato Carioca contra o Fluminense. O Rubro-Negro encara o Tricolor, algoz das finais de 2022 e 2023, no próximo sábado (9), às 21h (de Brasília), no Maracanã, pelo jogo de ida. Já a partida de volta será no dia 17, domingo, em horário a definir, no mesmo local.