Rio - Uma das principais contratações do Flamengo para esta temporada, o zagueiro Léo Ortiz foi escalado como volante pelo técnico Tite na vitória sobre o Grêmio, por 2 a 1, na última quinta-feira (13), no Maracanã . O comandante e o atleta conversaram antes da decisão ser tomada, e ele foi titular pela primeira vez jogando mais avançado.
Antes, Léo Ortiz já havia atuado dessa maneira diante do Bolívar, mas não iniciou o duelo na posição. O defensor, no entanto, revelou ter feito a maior parte da base como volante no Internacional.
"Lógico que tenho um pouco de entendimento da função, até por isso que fui o escolhido. Fui volante durante boa parte da base no Inter, mas fazia muito tempo que não começava um jogo assim. Contra o Bolívar eu comecei como zagueiro, acabei indo ali (para o meio) para ajeitar um pouco a nossa formação. São valências totalmente diferentes, isso me exigiu muito fisicamente. Acho que dei conta do recado", afirmou.
"Eu procurei fazer uma partida sólida, tanto defensivamente como ofensivamente. Em uma função diferente, não tinha que querer mostrar algo a mais. Era ser sólido, tentar munir meus companheiros, os meias e os pontas, que são quem tem a qualidade para decidir o jogo para a gente", ponderou.
O zagueiro disse ainda que a função lhe exigiu demais fisicamente e que chegou a sentir cãibras no final da partida. "Foi bem complicado, mas fico feliz por ter contribuído", reforçou.
Léo Ortiz precisou entrar em campo como volante devido aos desfalques rubro-negros. No meio-campo, Allan se recupera de lesão e Pulgar está com a delegação chilena para a disputa da Copa América. Além deles, outros atletas estão convocados para suas respectivas seleções ou em tratamento.
Sendo assim, o defensor valorizou sua atuação durante os 90 minutos e a superação da equipe diante do Grêmio: "É um momento complicado. Temos que nos encontrar, passar por cima desses problemas. Já sabe que vai ter os desfalques, não tem que fazer".
O próximo compromisso do Flamengo será no domingo (16), às 16h (de Brasília), contra o Athletico-PR, na Ligga Arena. O Rubro-Negro é o líder do Campeonato Brasileiro, com 17 pontos.