Lavieri: Se o Palmeiras jogar assim domingo, Fla pode ter placar histórico

Com a volta do técnico Abel Ferreira ao banco, o Palmeiras venceu o primeiro jogo contra o Defensa y Justicia por 2 a 1 na Argentina, na decisão pelo título da Recopa Sul-Americana , mas teve uma atuação criticada, em especial no meio de campo com Felipe Melo e Zé Rafael, além das mudanças do treinador, que ficou com quatro laterais em campo nos minutos finais.

No Fim de Papo , live pós-rodada do UOL Esporte com os jornalistas Vinicius Mesquita, José Trajano, Danilo Lavieri e Alicia Klein, o nível do futebol apresentado pelo Alviverde é debatido e Lavieri alerta que no caso de uma repetição no domingo, diante do Flamengo , da atuação contra o Defensa y Justicia, pode causar uma derrota acachapante na Supercopa do Brasil .

"O Felipe Melo e o Zé Rafael foram muito mal, foi assustador como os dois estavam fora de ritmo, até parecia que o Palmeiras tinha tirado férias aí de 40, 50 dias, não parecia que estava jogando há 15, 20 dias atrás, claro, temos que dar o desconto, é a primeira partida da temporada com o time titular, mas a verdade é que se o Palmeiras repetir esse desempenho no domingo, tem chances de ser um placar histórico para o Flamengo", diz Lavieri.

"Claro, não dá para a gente falar que o Flamengo está pronto e está encantando porque ganhou do Bangu e do Madureira, mas o Flamengo fez o que a gente esperava, que era passar por cima deles. O Defensa y Justicia não é tão fraco quanto Bangu e Madureira, mas também está longe de ter um time capaz de dar o sufoco que deu no Palmeiras", completa.

O jornalista afirma que o time palmeirense melhorou com as entradas de Danilo e Patrick de Paula nos lugares de Felipe Melo e Zé Rafael, mas critica a forma como a equipe terminou o jogo e vê a repetição de velhos problemas.

"O Palmeiras começou mal com o Felipe Melo e Zé Rafael, a substituição com o Patrick de Paula e com o Danilo melhorou bastante a mobilidade do meio de campo, melhorou bastante a criatividade, o roubo de bola do Palmeiras, mas depois o Abel não sei exatamente o que ele quis, mas terminou o jogo com dois laterais direitos e dois esquerdos, o Palmeiras basicamente rifando a bola, se livrando da bola quando tinha a bola no pé, e torcendo para não sofrer muito risco", afirma Lavieri.

"O Palmeiras teve mais uma vez problemas de criatividade, com a recuperação quando o Felipe Melo errava o primeiro bote, com a marcação do Marcos Rocha e se segurou graças ao Weverton, que logo no começo fez uma defesa espetacular. Apostou na velocidade do Rony lá na frente, acertou uma bola esticada, o Willian foi muito bem, tocou para o Rony e o Palmeiras sofrendo de novo por não ter o substituto do Luiz Adriano. Continua tendo que apostar no Rony na correria, hoje deu certo, mas jogar assim de novo no domingo contra o Flamengo, do jeito que o Flamengo mostrou nos últimos dois jogos, pode dar problema", conclui.

O Fim de Papo volta a ser apresentado no domingo, a partir das 13h, com a análise da decisão entre Flamengo e Palmeiras na Supercopa do Brasil, em Brasília.

Fonte: Uol
)