Rio - O atacante Gabigol, do Flamengo, deixou seu julgamento na Justiça Desportiva Antidopagem nesta segunda-feira (18) sem uma sentença definida. O jogador ficou na sessão por cerca de cinco horas após denúncia pela Procuradoria do tribunal por tentativa de fraude do exame antidoping.
A sessão teve início por volta das das 14h e foi até 19h, e a decisão sobre o caso deve sair apenas na próxima segunda-feira. O camisa 10 do Rubro-Negro prestou depoimento ao tribunal desportivo de forma remota, em uma reunião de videoconferência. As informações são do site "ge".
A denúncia foi feita em dezembro de 2023, e a defesa foi enviada ao controle antidopagem no fim de janeiro. O caso aconteceu no dia 8 de abril. Foram anexadas imagens de câmeras de segurança do CT Ninho do Urubu, que corroboram com a versão do jogador sobre não ter dificultado a realização do exame.
Gabigol passou pelo doping surpresa, realizado sem aviso prévio aos jogadores selecionados, e foi acusado de infringir o artigo 122 do Código Brasileiro Antidopagem, que fala em fraudar ou tentar fraudar quaisquer partes do processo de controle antidoping. No julgamento desta segunda-feira, o ídolo do Flamengo foi representado pela equipe do advogado Bichara Neto.