Rio - Agora é oficial. Jorge Sampaoli não é mais o técnico do Flamengo. Em reunião realizada na noite desta quinta-feira (28), na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio de Janeiro, foi assinada a rescisão contratual entre as partes após dias de indefinição dos dirigentes no Ninho do Urubu. O técnico Mário Jorge, do sub-20, deve comandar a equipe no duelo com o Bahia, neste sábado (30), às 16h (de Brasília), no Maracanã.
A passagem do treinador argentino pela Gávea durou um pouco mais de cinco meses. Ele assinou seu vínculo no dia 17 de abril, dirigiu o Rubro-Negro em 39 jogos, tendo a campanha de 20 vitórias, 11 empates e oito derrotas - vale destacar que ele não repetiu escalações neste período.
De acordo com informações do site "ge", a multa contratual que será paga pelo Flamengo está avaliada em cerca de 1,8 milhão de euros (aproximadamente R$ 9,5 milhões). Sampaoli tinha contrato com o clube até o fim da próxima temporada.
Jorge Sampaoli não conseguiu entregar uma temporada de conquistas para o torcedor rubro-negro. O clube, que já vinha de um começo de temporada ruim sob o comando de Vítor Pereira, acumulou fracassos desde então. Sob o comando do argentino, o Flamengo foi eliminado da Libertadores ainda nas oitavas de final para o Olimpia (PAR), se distanciou da luta pelo título do Campeonato Brasileiro e, por último, perdeu a decisão da Copa do Brasil para o São Paulo.
O favorito da diretoria do Flamengo para assumir o cargo é o técnico Tite, que deixou a seleção brasileira ao fim da campanha na Copa do Mundo do Catar, em 2022. Ele, no entanto, ainda não deu sinais de que voltará a exercer a função nesta temporada.