Rio - O futuro de Petterson segue indefinido. Fora dos planos do Athletico-PR, o atacante não deve retornar ao Flamengo neste momento. O jogador, de 20 anos, foi afastado por indisciplina pelo técnico Juan Carlos Osório e não será reintegrado por Cuca, que assumiu o cargo após a demissão do colombiano.
Em entrevista após a vitória sobre o Operário, na última quarta-feira (27), o técnico Cuca revelou que a decisão foi tomada pela diretoria e que não tinha volta. O Athletico-PR não pode devolver o atacante ao Flamengo, mas busca ofertas de empréstimo ou venda que agradem todas as partes.
Petterson foi emprestado ao Athletico-PR até o fim da temporada, com direitos econômicos fixados em três milhões de euros (R$ 16 milhões). O Flamengo estaria disposto a cooperar para encontrar um novo clube para o jogador, visando evitar que ele fique treinando à parte até o término do vínculo.
Com a camisa do Athletico-PR, Petterson jogou apenas 32 minutos. Ele participou de apenas um jogo pelo Campeonato Paranaense e marcou o gol da vitória por 2 a 1 sobre o Londrina, no dia 10 de fevereiro. Porém, no mesmo mês o jovem foi afastado por indisciplina.