Chegou a tradicional hora de soltar a imaginação e torcer para o seu time cair em um grupo mais fácil na Copa Libertadores - ou para o seu rival cair em uma chave para lá de complicada!

O ESPN.com.br antecipou nesta quinta-feira como ficarão os potes para o sorteio da competição, que acontece às 21h30 (de Brasília) da próxima segunda-feira. E agora mostra alguns dos piores e melhores cenários possíveis.

O primeiro deles é o grupo da morte, que pode ter em campo nada menos que 12 títulos de Libertadores. E teria dois brasileiros envolvidos. Ele seria formado por Boca Juniors -ARG (6 vezes campeão), Internacional (2), LDU-EQU (1) e São Paulo (3).

Vale lembrar que o sorteio veta que dois times do país caiam na mesma chave, mas São Paulo e Atlético-MG são os dois que podem terminar em uma chave de outros brasileiros porque ainda precisam disputar a fase prévia.

O cenário ruim seria parecido para Flamengo ou Athletico Paranaense (que entrariam no lugar do Inter) e para o próprio Atlético-MG ou o Atlético Nacional-COL (que substituiriam o São Paulo nessa configuração).

Outra situação ruim para todos esses brasileiros seria com o River Plate no lugar do Boca Juniors.

Para Palmeiras, Grêmio e Cruzeiro , que serão cabeças de chave, o pior cenário poderia ser com San Lorenzo-ARG, LDU-EQU e São Paulo, Atlético-MG ou Atlético Nacional. Ou com um time colombiano (Junior Barranquilla e Independiente Medellín) no lugar dos equatorianos.

Por outro lado, há cenários bem mais favoráveis para os brasileiros.

Para Palmeiras, Grêmio e Cruzeiro, essa situação poderia envolver, por exemplo, Sporting Cristal-PER, Zamora-VEN e qualquer time de menos tradição que saísse da fase prévia, como o Delfín-EQU.

Para Athletico Paranaense, Internacional e Flamengo, o melhor cenário poderia ser perecido e ter o Olimpia-PAR como cabeça de chave.

São Paulo e Atlético-MG tem que pensar primeiro na fase prévia, claro. Passando, sonham com um grupo que tenha, por exemplo, Olimpia-PAR, Sporting Cristal-PER e Zamora-VEN.

Os potes

Os cabeças-de-chave serão River Plate (ARG), Boca Juniors (ARG), Grêmio, Peñarol (URU), Nacional (URU), Palmeiras, Cruzeiro e Olimpia (PAR).

O pote 2 ficará com Athletico Paranaense, Cerro Porteño (PAR), San Lorenzo (ARG), Emelec (EQU), Internacional, Flamengo, Universidad Católica (CHI) e Sporting Cristal (PER).

O 3 terá Jorge Wilstermann (BOL), Rosario Central (ARG), LDU (EQU), Alianza Lima (PER), Huracán (ARG), Godoy Cruz (ARG), Zamora (VEN) e o campeão do Finalización da Colômbia, que será Junior Barranquilla ou Independiente Medellín – o Junior ganhou a ida por 4 a 1.

O pote 4 fica com Tolima (COL), Deportivo Lara (VEN), Universidad de Concepción (CHI) e um time boliviano (provavelmente San Jose ou Royal Pari), além dos times classificados da fase anterior.

Fase Prévia

O sorteio das fases prévias também tem cabeças-de-chave definidos.

Na primeira, The Strongest (BOL), Defensor (URU) e Nacional (PAR) ficam no pote 1, enquanto Real Garcilaso (PER), Delfín (EQU) e Deportivo La Guaira (VEN) vão para o 2.

Na segunda fase prévia, serão cabeças-de-chave Atlético Nacional (COL), Atlético-MG, São Paulo, Libertad (PAR), Barcelona (EQU), Universidad de Chile (CHI), Caracas (VEN) e o time colombiano que perder a decisão do Finalización (Junior ou Independiente Medellín).

No pote 2 ficam Melgar (PER), Palestino (CHI), Danubio (URU), Talleres (ARG) e um time boliviano (provavelmente San Jose ou Royal Pari), além de três classificados da fase anterior.