Logo Netfla

Infância pobre, apoio familiar e "não" ao Vasco: conheça João Gomes, surpresa entre os relacionados do Flamengo

Quando saiu a lista de relacionados do Flamengo para os jogos contra Del Valle e Barcelona de Guayaquil, nos dias 17 e 22, respectivamente, pela Libertadores, um nome chamou atenção: Gomes. Até então desconhecido por muitos, o jovem volante de 19 anos é destaque da categoria de base rubro-negra e seguiu o roteiro de um jovem sonhador de favela para conseguir superar as dificuldades e dar alegria à família.
A HISTÓRIA DE JOÃO GOMES:
Quando nasceu, João Gomes pode até não lembrar, mas saiu da maternidade ouvindo o hino do Flamengo.
"João saiu da maternidade ouvindo o hino do Flamengo. Meu irmão colocou. Somos todos flamenguistas e o João também. Não teve jeito. Saiu rubro-negro já", contou Monique Gomes, mãe de João Gomes.
Com sete anos, deu os primeiros chutes em um projeto de escolinha de futebol no Piscinão de Ramos, Zona Norte do Rio de Janeiro. O time deste projeto fez um amistoso contra o Vasco, que viu futuro no jovem e o convidou para ficar em São Januário.

Porém, João Gomes não se adaptou e não quis ficar no Vasco. Segundo a mãe, Monique Gomes, o garoto sempre inventava uma desculpa para não ir para São Januário.

"Todo dia inventava uma história. O João não queria ficar no Vasco. Não tivemos o que fazer e tiramos ele do Vasco depois de quatro meses".

Após deixar o Cruzmaltino, João Gomes contou com um empurrão do destino para juntá-lo com o seu clube de coração. A família do garoto sonhador conheceu um então treinador das categorias de base do Rubro-Negro, chamado Falcão.

"Um amigo nosso falou com o Falcão e indicou o nome de João para fazer um teste. Por um acaso, eu encontrei o Falcão na rua da minha casa e ele me perguntou se poderia levar o João para um teste. Ele foi, passou no teste em 2009 para o futsal e está no Flamengo até hoje".
João Gomes nos tempos de futsal na Gávea - Arquivo Pessoal


MOMENTOS COMPLICADOS:

Como acontece no começo da carreira com a maioria dos jogadores, João Gomes enfrentou dificuldades para conseguir manter a rotina de treinos na Gávea. Quem fazia o papel de ser o apoiador na rotina difícil era o avô, Seu Mirinho, quem se esforçava diariamente para que o menino sonhador não desistisse do objetivo.

"Tivemos dificuldades. Bastante, bastante, bastante. Fico emocionada porque é difícil ver um garoto como ele, pobre de favela, com tantas dificuldades, e conseguir chegar à uma Libertadores por puro mérito. É para glorificar de pé mesmo", disse Monique emocionada, deixando as lágrimas caírem.

Quando Seu Mirinho teve problemas de saúde, quem assumiu o comando na rotina de João Gomes foi a mãe, Monique Gomes. Monique, portanto, precisou deixar o emprego para poder ficar em função da rotina do filho.
João Gomes ao lado do avô Mirinho - Arquivo Pessoal


"Sempre foi uma correria. A gente levava marmita para comer nos ônibus. Às vezes não dava tempo de comer no ônibus e comia no ponto de ônibus da Leolpoldina (Centro do Rio), esperando o ônibus 460."

A rotina foi tão marcante na vida de João Gomes que ele fez questão de registrar na pele. O volante tatuou uma imagem dele, com o avô Mirinho, que faleceu recentemente, em um ponto de ônibus que fez parte da sua vida durante anos de treinamentos na Gávea. (veja imagem abaixo)
João tatuou ele e o avô no ponto de ônibus que utilizava para ir aos treinos na Gávea - Arquivo Pessoal


ESFORÇO PARA VENCER:

João Gomes não chegou onde queria por acaso. Segundo a mãe, o garoto sempre teve noção do esforço que teria que fazer para conseguir se tornar um jogador de futebol. A mãe relatou que desde a infância ele abriu mão de diversões e lazeres para focar na missão de ser um atleta profissional.

"João é um menino muito esforçado, dedicado. Ele sempre teve na cabeça que queria se tornar um jogador de futebol e fez por onde. Abria mão de festas, momentos com amigos, momentos que qualquer adolescente tem, mas ele sempre foi focado", relatou Monique em tom de orgulho.
A GLÓRIA AO LADO DA FAMÍLIA:
Em 2019, João Gomes renovou o seu contrato com o Flamengo (novo vínculo vai até dezembro de 2022). Como já tinha 18 anos, a presença da família não era obrigatória na hora da assinatura do novo compromisso, mas o volante fez questão de levar a mãe e o avô, personagens importantes na sua história de vida.
"Ele fez questão de levar a gente. Ele queria compartilhar o momento com a gente", disse a mãe.
João ao lado da mãe e do avô na assinatura de contrato - Arquivo Pessoal
TÍTULOS IMPORTANTES CONQUISTADOS:
Os principais títulos conquistados por João Gomes no Flamengo, atuando no futebol de campo, são: Campeonato Brasileiro Sub-20 em 2019, Supercopa Sub-20 em 2019, Campeonato Carioca em 2019 e 2020 e Copa do Brasil Sub-17 em 2018.

Fonte: O Dia

Comentários

Jogos

Próximo jogo 14 horas a partir de agora
Libertadores da América
Barcelona de GuayaquilBarcelona de Guayaquil
X
FlamengoFlamengo
Ter 22/09 / Monumental de Barcelona / 19h15
Libertadores da América
Independiente Del ValleIndependiente Del Valle
5 x 0
FlamengoFlamengo
Últimas
+ Lidas da semana