Rio - Ídolo do Flamengo, o ex-zagueiro Mozer, de 63 anos, opinou sobre os atuais jogadores do clube carioca para a posição. Léo Pereira, de 28 anos, que defende o clube desde 2020 recebeu algumas críticas, principalmente pela questão mental.
"O Léo Pereira, eu não desgosto dele, mas ele é muito frágil mentalmente. Ele se abate com facilidade. Houve um jogo da Libertadores, no Maracanã, em que ele estava na linha lateral, passaram a bola para ele para ele dominar a bola, e a bola passou debaixo do pé dele, e ele caiu de joelhos. Caiu de joelhos! Ficou de joelhos! O cara bateu a lateral, e ele estava ajoelhado", afirmou Mozer em entrevista ao "Só Resenha Podcast".
Mozer fez parte do elenco do Flamengo nos anos de 1980. Ele conquistou um Mundial de Clubes, uma Libertadores, três Brasileiros e dois Cariocas pelo Rubro-Negro. O ex-defensor também atuou pelo Benfica, pela Olympique de Marselha e pelo Kashima Antlers, do Japão.
A contratação de um zagueiro tem sido vista como prioridade do Flamengo para a temporada de 2024. O setor é considerado carente. Ex-jogador do Athletico-PR, Léo Pereira chegou ao Flamengo em 2020 por  R$ 34,2 milhões. Ele conquistou uma Libertadores, um Brasileiro, uma Copa do Brasil, duas Supercopas do Brasil e dois Cariocas pelo clube.