Gramado, banco de reservas e mais: os últimos preparos de Flamengo e Portuguesa para o Luso-Brasileiro

Com um contrato válido até maio, a casa do Flamengo em boa parte dos jogos do Campeonato Carioca será o Luso-Brasileiro. O estádio, inclusive, é palco da estreia do Rubro-Negro na competição, que acontece nesta quarta-feira, às 21h35, diante da Portuguesa. Por isso, a reportagem do LANCE! visitou o local e traz os detalhes dos últimos ajustes que têm sido feitos.

> Veja imagens do Luso-Brasileiro, casa de Flamengo e Fluminense no Cariocão

Ainda não é assinante do Cariocão-2022? Acesse www.cariocaoplay.com.br , preencha o cadastro e ganhe 5% de desconto com o cupom especial do LANCE!: GE-JK-FF-ZSW

Inicialmente, vale destacar que o Flamengo realizou melhorias no gramado do estádio. Dentre os investimentos feitos, o clube da Gávea realizou o "top dressing", uma operação em que é aplicada uma mistura de areia lavada com substratos e fertilizantes. O objetivo do processo é regularizar a superfície - o que, aparentemente, parece ter sido bem-sucedido.

Um dos detalhes finais a ser feito é passar a tinta que vai demarcar as linhas de jogo. A Portuguesa, dona do estádio e que será visitante na estreia, confirmou que as marcações serão feitas já nesta terça-feira, véspera da primeira partida.

Outro investimento que está sendo feito pelo Flamengo é em relação aos bancos de reserva. Durante a visita da reportagem, o local ainda estava em fase de preparo, como pode ser visto na foto abaixo. A melhoria não é provisória, portanto, os bancos revitalizados permanecerão no Luso-Brasileiro (e não serão personalizados com o emblema rubro-negro, por exemplo).

As cadeiras das arquibancadas, por sua vez, foram pintadas e revitalizadas pela própria Portuguesa. A capacidade do local é de 5.044 pessoas, mas apenas 4.004 lugares foram liberados para o uso durante o Estadual.

> Veja e simule a tabela do Cariocão

Dessa forma, para o jogo desta quarta-feira, a Nação poderá comprar 3.500 ingressos. Já a Lusa teve direito a comercializar 500, sendo que 100 são gratuidades. Como pode ser visto na foto abaixo, haverá uma divisão para separar os torcedores.

Diferentemente do acordo feito em 2016, o Flamengo não viu necessidade e optou por não subir uma arquibancada provisória no setor leste. Assim, o espaço será utilizado como estacionamento.

Por fim, os refletores estão prontos para receber jogos noturnos, como é o caso da partida entre Flamengo e Portuguesa. Nesta terça à noite, um último teste será feito para assegurar a qualidade da iluminação.

O Flamengo mandará os jogos iniciais do Carioca, enquanto o gramado do Maracanã está em reforma . E por lá o Fluminense também jogará como mandante. O L! ouviu o presidente da Lusa, Marcelo Barros, para saber mais acerca do lado hospedeiro do clube da Ilha do Governador, que viu o Rubro-Negro preferir o local em vez de mandar as partidas em Volta Redonda, algo corriqueiro em anos anteriores.

- A Portuguesa nunca negou ajuda, abrigo, para um coirmão. O Flamengo mostrou interesse e, na mesma hora, sentamos para conversar e colocamos o nosso estádio à disposição. Quanto aos valores, pode ter certeza que a Lusa fez o mínimo possível para poder contar com os jogos dessas duas equipes e, de certa forma, valorizar ainda mais o Campeonato Carioca - disse, emendando:

- O Flamengo está nos ajudando, principalmente, na reforma dos vestiários e a partir de agora na manutenção do campo, que já estava bom, mas mesmo assim passou por mais melhorias.

ABERTURA PARA OS COIRMÃOS

O acordo entre as partes, vale lembrar, também será financeiramente vantajoso para a Portuguesa. No entanto, o presidente ressaltou que o mais importante, na verdade, é mostrar a abertura do clube para os coirmãos.

- Sem dúvidas, é um dinheiro que entra em uma boa hora e vai nos ajudar. Mas o mais importante disso é mostrar que a Portuguesa novamente abre as portas do seu estádio para os coirmãos. Acreditamos que é desta forma que teremos um futebol carioca, que é o mais charmoso do Brasil, cada vez mais forte - explicou o mandatário.

VISIBILIDADE PARA O ESTÁDIO

Por fim, Marcelo Barros destacou a importância do estádio estar em condições de receber compromissos importantes. No fim do ano passado, por exemplo, o Luso-Brasileiro recebeu o Jogo das Estrelas do Zico, no qual o gramado foi muito elogiado.

- É importante pela questão da visibilidade que esses jogos trazem para o nosso clube, que busca crescer a cada ano que passa, não à toa no último carioca fizemos nossa melhor campanha. Como o jogo das Estrelas, tanto o Flamengo e Fluminense escolherem o Luso-Brasileiro para jogar, credencia o estádio e mostra o valor dele - explicou.

Estádio Luso Brasileiro

O Luso-Brasileiro também recebeu o Jogo das Estrelas do Zico (Foto: Armando Paiva/LANCEPRESS!)

Fonte: Lancenet
)