Rio - Após sofrer punição do Flamengo, onde foi multado e perdeu a camisa 10 , Gabigol se manifestou através de suas redes sociais sobre o ocorrido. O jogador diz que aceita e respeita a decisão do clube, mas afirma que nada irá apagar a sua história construída no Rubro-Negro.
Ao longo do pronunciamento, o atacante relatou seu sentimento ao assumir o posto de número 10 da equipe. Além disso, ele revela que no Flamengo encontrou sua melhor versão e que vive o melhor momento da carreira. No entanto, não menciona em nenhum momento a polêmica onde aparece com a camisa preta do Corinthians .
A diretoria rubro-negra ficou muito incomodada com a foto vazada de Gabigol, além de outras questões relativas a postura, como a discussão que teve com Braz, no vestiário durante o intervalo do jogo com o Fortaleza, no dia 1º de julho do ano passado.
Com isso, sua renovação com o Flamengo vai ficando mais distante e as chances do antigo camisa 10 deixar o clube da Gávea ficam maiores.
Além disso, o desempenho ruim na temporada de 2023 também pesou contra uma renovação antecipada. Já Gabigol está incomodado com a reserva desde a chegada de Tite e com recentes declarações de dirigentes sobre a renovação.
Confira o pronuncimento completo de Gabigol
Naquele dia 12/11 de 2023, depois de ter sentido as maiores emoções da minha vida com as glórias e expressivas conquistas pelo Flamengo, o clube me presentou com uma camisa muito especial, a 10, simplesmente o manto usado por nosso maior ídolo, o Zico.
Confesso que senti uma certa insegurança, pois junto com aquela camisa, vinha também um grande peso de responsabilidade.
No Flamengo, encontrei minha melhor versão e vivo o melhor ciclo da minha carreira. Sou fascinado por títulos e sempre expressei isso no excesso de vontade dentro de campo, que muitas vezes é interpretado de forma errada.
O Flamengo me proporcionou ganhar muitos títulos (2 Libertadores, 2 Brasileiros, 1 Copa do Brasil, 1 Recopa Sul-Americana, 2 Supercopas do Brasil e 4 Cariocas) e viver esses momentos mágicos com a Nação e ser acolhido pela maior torcida da América, isso sim é o verdadeiro significado da palavra felicidade.
Nesses mais de 5 anos de alegrias e algumas tristezas, sempre tive uma certeza, a do meu amor por esse clube, a do amor pela nação rubro-negra.
Hoje fui comunicado pelos diretores do Flamengo que não vestirei mais a 10. Cabe a mim aceitar e respeitar o comando do clube. Mas isso jamais vai apagar a história que construí com meus companheiros de equipe. Aceito a próxima camisa e vou dar a vida em campo pelo Mengão até o fim da nossa história.
Te amo, Flamengo!