Rio - O Flamengo quer uma definição em relação à longa novela pela contratação do zagueiro Léo Ortiz , do Red Bull Bragantino. Para isso, os dirigentes Marcos Braz e Bruno Spindel viajaram para São Paulo nesta quarta (28) , onde se reunirão com representantes do time paulista a nove dias do fim da janela de transferências.
As negociações entre Flamengo e Bragantino por Léo Ortiz se arrastam desde o fim do ano passado e acabaram travando por conta da divergência de valores. O clube paulista pede entre 8,5 e 9 milhões de euros (cerca de R$ 48,2 milhões) para liberar o jogador , e a diretoria rubro-negra tenta reduzir o valor para contar com o defensor.

Zagueiro desconversa sobre negociação

Titular do Red Bull Bragantino na classificação para a próxima fase da Libertadores, contra o Águilas Doradas-COL, nos pênaltis, na última terça-feira (27), no Nabi Abi Chedid, Léo Ortiz despistou sobre as negociações com o Flamengo. O zagueiro afirmou que tem procurado ficar distante dos desdobramentos para focar apenas dentro de campo.

''É muita coisa que sai e acaba chegando em mim, então não tem como se blindar totalmente. Como já falei uma vez, dei um passo atrás de estar negociando direto. Isso quem cuida é meu empresário e minha irmã '', afirmou Ortiz.

''Então eu tenho recebido algumas coisas, lógico, mas quanto mais próximo do jogo tento me afastar e guardar todas as minhas energias para o Red Bul Bragantino '', completou.
Após a vitória por 2 a 0 sobre o Fluminense, no último domingo (25), no Maracanã, o vice de futebol Marcos Braz disse que o Rubro-Negro ainda busca um entendimento sobre valores com o Red Bull Bragantino e ressaltou que é necessário paciência na negociação.
Desde o início, Léo Ortiz deixou claro ao Bragantino que desejava se transferir para o Flamengo, mas o clube paulista não facilitou o negócio. Marcos Braz chegou a agradecer publicamente ao zagueiro pelo interesse em vestir a camisa rubro-negra.