Rio - O Flamengo divulgou nesta quarta-feira (24) o orçamento de 2024. Pela primeira vez na história, o Rubro-Negro prevê uma arrecadação de R$ 1 bilhão com receitas recorrentes, sem incluir transferências de jogadores, além de um superávit acima de R$ 300 milhões.
No ano passado, o Flamengo previa arrecadação de R$ 940 milhões em receitas recorrentes e atingiu um faturamento superior a R$ 1 bilhão. O Rubro-Negro também teve um aumento de R$ 303 milhões no crescimento patrimonial líquido (previsto inicialmente em R$ 54 milhões).
Em relação a metas esportivas, o Flamengo planeja chegar às semifinais da Copa do Brasil e Libertadores, além de terminar o Campeonato Brasileiro em segundo lugar. Já o Carioca, não citado no orçamento do ano passado, voltou a aparecer com objetivo de chegar à final.
O valor de premiações, no entanto, diminuiu em relação a 2023, já que o clube disputou mais competições com as participações no Mundial de Clubes, Supercopa do Brasil e Recopa Sul-Americana. Por fim, o Flamengo pretende arrecadar R$ 103 milhões com venda de atletas.