Marcos Braz - Alexandre Vidal / Flamengo

Marcos Braz Alexandre Vidal / Flamengo

Rio - A temporada ainda não acabou, o Flamengo ainda busca títulos no Brasileiro, na Copa do Brasil e na Libertadores, porém, faz parte do planejamento de qualquer time grande pensar na montagem do elenco para o próximo ano. De acordo com informações do portal "Torcedores.com", ao menos seis atletas podem deixar o Rubro-Negro em 2022.
Um deles é o zagueiro Bruno Viana. Emprestado pelo Braga até o fim do ano, o defensor não conseguiu conquistar a confiança dos torcedores rubro-negros e também da comissão técnica. O atleta dificilmente terá o seu contrato renovado.
Outro que deverá deixar o Rubro-Negro é Piris da Motta. De volta ao Flamengo no meio da temporada, após empréstimo ao futebol turco, o paraguaio teve apenas duas oportunidades. Com contrato até o fim de 2022, o clube carioca tentará negociá-lo na próxima temporada.
Rodinei, que voltou ao se destacar pelo Internacional, também não deverá ficar no elenco. O jogador é apenas a terceira opção para a lateral-direito. Com contrato até o fim de 2022, o atleta deverá ser negociado pelo clube carioca no ano que vem.
O goleiro César passou por um momento delicado em 2021. Com uma grave lesão no joelho, o atleta revelado na base do Flamengo passou a maior parte do ano fora dos gramados. A sua contusão, inclusive, atrapalhou uma negociação com o Atlético-GO. Recuperado, o arqueiro deverá ser negociado no ano que vem.
Hugo Souza surgiu como uma promessa de grande valor na temporada passada. Porém, a oscilação fez o goleiro, de 22 anos, perder espaço e se tornar a quarta opção atualmente no Flamengo. Sondado por clubes do exterior, o jogador pode buscar novos ares em 2022.
Revelado na base do Flamengo, João Gomes perdeu muito espaço com a chegada de Renato Gaúcho. O jovem quase foi negociado pelo Rubro-Negro com o Al-Ain, dos Emirados Árabes. Apesar da transferência não ter dado certo, é provável que o jovem, de 20 anos, tenha um novo destino em 2022.