Diferentemente de 2023, a defesa do Flamengo tem se mostrado segura neste início de temporada. Sem gol sofrido com o time principal em partidas oficiais, o Rubro-Negro pode chegar à sexta sem ser vazado , caso volte a passar em branco contra o Bangu, na quinta-feira (15), às 21h30 (de Brasília), em Aracaju, pelo Campeonato Carioca.
Em que pese a fragilidade da maioria dos adversários, o Rubro-Negro passou nos dois testes mais difíceis até agora , nos clássicos contra Vasco (0x0) e Botafogo (1x0). Contra o Cruz-Maltino, o time encontrou bem mais dificuldades defensivas, sendo salvo de levar gol por Léo Pereira, que tirou a bola de Vegetti em cima da linha por duas vezes.
Ainda assim, o fato de a defesa do Flamengo não ter sido vencida contra Audax (4x0), Sampaio Corrêa (2x0) e Volta Redonda (3x0), além dos dois clássicos, não deixa de ser um avanço em um dos pontos mais forte dos times de Tite , que é o poder defensivo e os poucos gols tomados.
Algo que o treinador não conseguiu implementar na reta final de 2023 , quando assumiu, apesar de ter conseguido uma melhora em alguns momentos: foram cinco jogos sem sofrer gol em 12 rodadas do Brasileirão.

Flamengo sofre gol na pré-temporada

Na temporada completa, o Flamengo levou dois gols em nove partidas. Um deles foi com o time B , formado por jovens e jogadores que não foram à pré-temporada nos Estados Unidos: no empate em 1 a 1 com o Nova Iguaçu.
E o único gol sofrido com o elenco principal foi no amistoso que terminou em 1 a 1 com o Orlando City . Neste confronto, o terceiro da temporada, a defesa rubro-negra encontrou dificuldades e deu muito espaço, sofrendo na adaptação à estreia do quarteto der meio de campo, formado por Pulgar, Gerson, De La Cruz e Arrascaeta.
Em outro amistoso nos Estados Unidos, os comandados por Tite não foram vazados na vitória sobre o Philadelphia Union (2x0).