A última rodada da primeira fase do Campeonato Carioca foi protocolar para o Flamengo confirmar o 24º título da Taça Guanabara, isolando-se ainda mais como o maior campeão . Único invicto e com apenas um gol sofrido em 11 jogos, o Rubro-Negro sacramentou o primeiro lugar com a fácil vitória por 3 a 0, gols de Arrascaeta, Pedro e Léo Pereira, sobre o Madureira, neste sábado (2), no Maracanã.
Agora, o Flamengo aguarda a definição da rodada de domingo para saber quem será o adversário na semifinal do Carioca. O time de Tite terá a vantagem do empate no placar agregado contra o quarto colocado , que pode ser Vasco, Botafogo, Nova Iguaçu ou Fluminense.
Campeão invicto com 27 pontos e 23 gols marcados em 11 jogos, o Flamengo se deu ao luxo de poupar poupar Ayrton Lucas, Léo Pereira e Everton Cebolinha (jogaram Viña David Luiz e Bruno Henrique) , e manteve o equilíbrio, a intensidade e o padrão de jogo que a cada partida ganha mais força, apesar de ainda não brilhar.

Arrascaeta e De La Cruz com liberdade

Se não sofreu na defesa - Madureira finalizou uma vez, sem perigo -, teve dificuldade para desenvolver jogadas de perigo no ataque, apesar do amplo domínio. No primeiro tempo, o time ficou com a bola e chegou perto da área de um adversário que também facilitou com a marcação frouxa, deixando Arrascaeta e de La Cruz livres para jogar e distribuir bolas.
E foi com essa liberdade, dentro da área, que Arrascaeta abriu o placar, aos 19 , ao receber sozinho passe de cabeça de Bruno Henrique, após cruzamento de Luiz Araújo, e chutar de primeira. O uruguaio ainda tabelou com Luiz Araújo, que furou o chute.
Esse foi um dos muitos erros perto da área, onde o Flamengo chegou e falhou no último passe ou na finalização. Mas houve bons momentos. Viña cruzou para Pulgar cabecear para fora, e também ainda acertou um bom chute de fora da área, que o goleiro espalmou .

Segundo tempo

Após o intervalo, o Flamengo voltou com uma substituição forçada. Fabrício Bruno sofreu um trauma na face , após disputa de bola no fim da primeira etapa. Ele ficou em observação e fará exames complementares após a partida.
O panorama continuou o mesmo no segundo tempo e o Flamengo ampliou aos 9 minutos, numa lambança do Madureira: o zagueiro tocou errado, Pedro cortou, a bola subiu e o goleiro saiu mal da área e o artilheiro deu um lençol para marcar o 77º gol no Maracanã, igualando o companheiro Gabigol na artilharia do estádio desde a reforma , a partir de 2013.
Estava muito fácil e o Flamengo, mesmo num ritmo um pouco mais lento, continuou com o domínio. Everton Cebolinha foi testado na direita, para deixar Bruno Henrique mais tempo em campo.  Só que o terceiro gol saiu numa bela cobrança de falta cobrada por Léo Pereira , aos 23 minutos.
Vitória e título garantidos, Tite resolveu poupar seus jogadores, tirando Pedro, Arrascaeta e De La Cruz . Quem entrou devolveu o vigor e o volume da primeira etapa e o Flamengo criou mais algumas chances, mas não o suficiente para mudar o placar. Não precisava.

Flamengo 3x0 Madureira

Local: Maracanã, Rio de Janeiro
Árbitro: Bruno Mota Correia (RJ)
Cartões amarelos: Pedro e Léo Pereira(FLA)
Gols: Arrascaeta, aos 19min/1ºT; Pedro, aos 6min/2ºT, Léo Pereira, aos 23min/2ºT
Flamengo: Rossi, Varela, Fabrício Bruno (Léo Pereira), David Luiz e Viña; Erick Pulgar, De La Cruz (Matheus Gonçalves) e Arrascaeta (Igor Jesus); Luiz Araújo (Everton Cebolinha), Bruno Henrique e Pedro (Victor Hugo). Técnico: Tite.
Madureira: Mota (Douglas Lima), Dadinha (Coutinho), Marcão, Arthur e Evandro; Wagninho, Arthur Santos, Gustavo Coutinho (João Felipe) e Juninho (Guilherme Xuxa); Arthur Martins (Antônio Carlos) e Patryck Ferreira. Técnico: Daniel Neri.