622 ca8f25d1 3409 3b53 845e cde784e9940a
Eurico acusa Bandeira de Mello de 'afugentar' torcedores e diz que Flamengo sabia de tudo

Na tarde desta sexta-feira, Eurico Miranda convocou uma entrevista coletiva para rebater as últimas declarações de Eduardo Bandeira de Mello, presidente do Flamengo, que não gostou da forma como ficou sabendo que o clássico contra o Vasco aconteceria em São Januário. Durante quase uma hora, o cartola vascaíno revelou que já estava tudo certo e criticou o "desconhecimento" do dirigente rival.

"Reunião com a ata do jogo tem todas as assinaturas, inclusive do Flamengo, com quatro assinaturas. Quatro representantes deles participaram dessa reunião, e sabiam o que iria acontecer... Está tudo aqui", esbravejou Eurico com os documentos em mãos.

"De repente, fui surpreendido pelo presidente do Flamengo, dizendo que ele não havia sido notificado. Que não sabia como ia funcionar a segurança dos torcedores, dos moradores... O que ele acha? Que os torcedores do clube dele são bandidos? Que iam atacar os moradores? Isso afasta os torcedores do jogo", completou.

Segundo Eurico Miranda, toda a responsabilidade do clássico está nas costas do Vasco, que é o mandante da partida. "Ele (presidente do Fla) rigorosamente não conhece nada. O responsável é o mandante. Nós sim temos preocupações com a segurança. Tudo está aqui na ata, como tudo terá que ser feito: com torcedores, com as organizadas, com tudo. Todas as providências foram tomadas", antes de continuar atacando Bandeira de Mello.

622 9a20530c 4044 3285 b536 fadfb91eea20
Operação de guerra, Romário e Júnior Baiano: relembre o último Vasco x Flamengo em São Januário

"Ele desconhece. Se aproveitando de uma matéria que não tem nada a ver, o presidente do Flamengo, que quer tumultuar o futebol, disse isso sem nenhum conhecimento do assunto. O Flamengo não teria que ser consultado para nada. Eles participaram do arbitral, não contestaram nada, só acertaram o que o Vasco poderia dar de camarote, cabine para comissão técnica, enfim... Foram os únicos detalhes. Mas isso não é assunto para o presidente do Flamengo. Esses problemas ele não toma conhecimento", finalizou.