Flamengo não detectou gravidade de lesão de Pedro em primeiro exame de imagem

O departamento médico do Flamengo não detectou gravidade da lesão no joelho direito do atacante Pedro no primeiro exame de imagem realizado após o jogador relatar dores. A avaliação foi feita no sábado passado, dia 16, três dias depois de o atleta se lesionar, contra o Juventude. O jogador sofreu uma pancada no joelho e deixou o campo reclamando de dores.

No dia seguinte, no Ninho do Urubu, Pedro não foi a campo, fez tratamento com gelo, e só sábado soube que não jogaria contra o Cuiabá. No domingo, o Flamengo comunicou. "Ainda com dores no joelho direito, o atleta Pedro não se recuperou a tempo da pancada e foi vetado pelo Departamento Médico. Será reavaliado amanhã, no CT".

Leia mais : Pedro passará por cirurgia no joelho e só volta ao Flamengo para final da Libertadores

A semana seguinte começou, Pedro fez exercícios leves no CT do Flamengo, e acabou sendo relacionado para o jogo de quarta-feira, no sacrifício, pois valia vaga na final da Copa do Brasil, contra o Athletico-PR. Entrou e fez o gol de empate.

Na quinta-feira, depois da partida, voltou a relatar dores. E mais uma vez não foi a campo no clássico contra o Fluminense. Nesse momento, o jogador e o Flamengo decidiram que veriam o médico que operou o joelho de Pedro na época das Laranjeiras.

Veja também: Flamengo e Renato Gaúcho não tem acordo por renovação automática caso Landim vença eleição

Luis Antônio Vieira fez uma consulta com o jogador, avaliou os exames, inclusive o último, realizado neste domingo, e observou que havia um problema no menisco. O médico decidiu, com o jogador e com o Flamengo, operar Pedro.

Fonte: Extra
)