Rio - O Flamengo lamentou a morte do jornalista Washington Rodrigues, o Apolinho , na noite desta quarta-feira, 15. O comunicador era rubro-negro e chegou a ser técnico do time. Ele estava internado no Hospital Samaritano na Barra da Tijuca para tratar de um câncer.
"Perdemos um dos maiores comunicadores do esporte nacional. Washington Rodrigues, o Apolinho, nos deixou nesta quarta-feira. Em décadas de carreira, moldou a forma como vivemos o futebol. Criou expressões inesquecíveis - é impossível lembrar do Gol do Pet em 2001 sem lembrar do aviso que “acaba de chegar São Judas Tadeu” na voz de Apolinho. Washington Rodrigues foi treinador do Mais Querido no ano de nosso centenário e, ainda assim, era admirado e adorado pelas torcidas dos nossos rivais por seu carisma, sua imparcialidade e sua paixão. Ele nos deixou em uma noite em que o Flamengo venceu com “chocolate” - expressão inventada por ele para definir goleadas.

Muito obrigado por tanto, Apolinho! Descanse em paz!"
Lenda do rádio, Apolinho treinou o Flamengo em 1995. Três anos depois, voltou ao clube como dirigente. Desde 1999, estava na Rádio Tupi.