Flamengo identifica sobrecarga em Rodrigo Caio e prepara zagueiro para volta contra o Tolima

Ausência mais sentida no jogo de ida das oitavas da Libertadores, Rodrigo Caio teve uma sobrecarga no joelho esquerdo durante a sequência de jogos pelo Flamengo, e faz um trabalho para voltar 100%. O zagueiro, que voltou após se recuperar de uma cirurgia no joelho direito no fim de 2021, acabou forçando a outra perna, e o resultado foi uma tendinite, o que não preocupa tanto. Mesmo assim ele será preparado para a partida de volta contra o Tolima no Maracanã, e não deve encarar o Santos pelo Brasileiro, amanhã, na Vila Belmiro.

Rodrigo Caio já havia sido preservado da partida contra o América-MG, há uma semana. O jogador atuou em cinco partida no mês de junho - em todas o Flamengo perdeu - e só ficou fora da vitória sobre o Cuiabá, já sob o comando de Dorival Júnior. O zagueiro voltou a atuar em maio após cirurgia no joelho no fim do ano passado e respondeu bem, acabando por jogar 90 minutos em sete dos dez jogos em que esteve desde que se recuperou.

O técnico Dorival Júnior terá que administrar ainda o desgaste físico do restante do elenco. Após viagem de ônibus e avião na ida e na volta da Colôbia, os jogadores reclamaram bastante. Assim, a tendência é que haja um rodízio. Na zaga, Pablo pode aparecer após ficar no banco, e dar descanso a David Luiz. Na lateral esquerda, Ayrton Lucas voltaria no lugar de Filipe Luís.

Meio-campo sem opções

Com João Gomes ainda suspenso, e Andreas em fim de contrato, o meio-campo do Flamengo, que teve Diego Ribas e Thiago Maia no jogo contra o Tolima, fica sem opções. Willian Arão é um dos titulares infectados por Covid que tem presença improvável contra o Santos. Os demais jogadores contaminados não fariam tanta falta: Fabrício Bruno, Diego Alves e os jovens Matheus Cunha, Matheus França e Daniel Cabral. O clube aguarda os exames do dia do jogo, mas para tê-los em campo seria necessário sete dias de intervalo desde o último teste positivo, feito na segunda-feira. Com isso, faltaria um dia a cumprir e os atletas seriam vetados pela CBF.

Fonte: Extra
)