Flamengo entra no STJD para parar Brasileirão durante a Copa América

Rodrigo Dunshee de Abranches, vice-presidente jurídico do Flamengo , afirmou, em sua conta no Twitter, que o clube rubro-negro acionou o STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva) para paralisar o Brasileirão durante a Copa América .

O dirigente alega que o Flamengo, assim como outros times, está sendo prejudicado com os desfalques de jogadores convocados pelas seleções para a Copa América.

Ao UOL Esporte , o dirigente explicou as bases para a medida e apontou desrespeito ao princípio de isonomia e igualdade. Ele disse que acionou o órgão após aguardar por nove dias uma manifestação da CBF.

Quatro jogadores do Flamengo foram convocados para a Copa América. Everton Ribeiro e Gabigol , ambos da seleção brasileira, além de Isla (Chile) e Arrascaeta (Uruguai). Sem o quarteto, o Fla ficará nove rodadas do Brasileiro desfalcado.

Na Copa América de 2019, a própria CBF suspendeu o Brasileiro. Agora, não suspende. Ela própria reconheceu a fragilidade ao adiar jogo do Flamengo no Brasileiro deste ano. É um retrocesso inexplicável. Procuramos a CBF, mas estamos há nove dias sem respostas", disse Dunshee.

O dirigente acrescentou que a perda de tantos jogadores fere o equilíbrio da competição e se baseou no Regulamento Geral das Competições (RGC) para sustentar sua tese:

"Pode um time sem quatro atletas disputar contra times completos? Isso não guarda respeito ao regulamento".

Os clubes não podem continuar a jogar suas chances nas competições e os milhões investidos pelo ralo para promover torneios da seleção. Precisamos repensar o futebol brasileiro. Há que se respeitar o regulamento das competições que prevê que a base de tudo é a isonomia.

Acreditamos que a justiça será feita. Quem trabalha com verdade e com ética não pode deixar de buscar seus diretos. O regulamento precisa ser cumprido. Há que se ter igualdade de oportunidades entre os participantes e isonomia. Basta ler o regulamento.

Imagem: Thiago Ribeiro/AGIF

Fonte: Uol
)