Rio - Em situação preocupante no Grupo E da Libertadores, o Flamengo terá pela frente uma sequência de dois jogos em casa para tentar reverter o prejuízo em sua chave. Em terceiro lugar, com quatro pontos, o Rubro-Negro conta com um retrospecto quase perfeito contra equipes bolivianas no Maracanã para manter vivo o objetivo de se classificar. No entanto, o adversário do duelo, que acontece nesta quarta (14), às 21h30 (de Brasília), impede a excelência do clube nos números.
Pela Libertadores, o Flamengo disputou seis jogos contra times da Bolívia no Maracanã. São cinco vitórias e um empate, que foi justamente contra o Bolívar. O adversário desta noite, que é o líder do grupo, foi o único clube de seu país a conseguir tirar pontos do Rubro-Negro na história da competição continental dentro de sua casa.
O jogo em questão aconteceu em 2014, também pela fase de grupos da Libertadores, quando os bolivianos saíram do Rio com um ponto na bagagem, após empate em 2 a 2 com o clube carioca.
Na época, os pontos perdidos complicaram a situação do Flamengo em seu grupo. O empate no Maracanã, aliado à derrota na altitude, no jogo seguinte, deixaram o clube pressionado para os duelos finais da fase de grupos — onde viria a ser eliminado na última rodada.
Bolivianos são pedra no sapato
Agora, uma década depois, os bolivianos têm a chance de continuar sendo uma pedra no sapato dos rubro-negros. O último triunfo do Flamengo sobre o Bolívar foi em 1983, por 5 a 2, no Maracanã, pela Libertadores daquele ano. No geral, são cinco jogos contra o adversário desta quarta, com apenas uma vitória do Flamengo, um empate e três derrotas.
Invencibilidade em casa desde 2019
Por outro lado, atuando no Maracanã, o Flamengo tem a seu favor uma sequência invicta na competição, que já dura cinco anos, como trunfo para poder sair do confronto com os três pontos. São 14 vitórias seguidas e 25 jogos sem perder pela Libertadores no estádio.
Nas duas últimas rodadas, o Flamengo contará com o Maracanã como arma para buscar a classificação às oitavas de final. Além do Bolívar, o Rubro-Negro ainda terá pela frente o Millonarios na última rodada, também em casa.
*Reportagem do estagiário Lucas Dantas, sob supervisão de Lucas Felbinger