Por ​Venê Casagrande


Depois do empate diante do Palmeiras, na última quarta-feira (13), os jogadores do Flamengo vão ter um período de recesso e terão que se reapresentarnodia 25 de junho. Nesse período, alguns atletas vão aproveitar para viajar com as suas respectivas famílias e descansarem.


Alô, torcedor Rubro-Negro! Quer receber notícias do Flamengo todos os dias no seu e-mail? Então, clique aqui!


A pausa, entretanto, pode interferir na sequência de jogos que o Flamengo nos dois próximos meses. Do dia 18 de julho até 29 de agosto, o time de Mauricio Barbieri vai ter 13 partidas, sendo duas pelas quartas de final da Copa do Brasil (contra o Grêmio) e duas pelas oitavas da Libertadores (diante do Cruzeiro).


Para que os jogadores não cheguem fora de forma ou até mesmo acima do peso, a comissão técnica encaminhou cartilhas aos atletas para que, nesse período de recesso, não percam o ritmo e "joguem fora" o trabalho realizado desde o início da temporada.


Através da assessoria de imprensa do Flamengo, o Esporte Interativo conversou com Márcio Tannure, chefe da equipe médica do clube. Ele explicou a importância de os jogadores seguirem as orientações tanto de treino quanto na parte alimentar.


"Sim, todos receberam um programa de treinamento e alimentação para que possam descansar e recuperar da sequência desgastante que tivemos, mas não destreinar. Não sei se recorda, mas no fim do ano passado fizemos o mesmo para os atletas seguirem nas férias, e muitos deles, inclusive, comentaram publicamente que as orientações foram fundamentais para voltarem bem na pré-temporada. Everton Ribeiro, Renê, e tantos outros bons exemplos que seguiram e estão fazendo uma temporada melhor do que a passada. É função do clube ajudar neste sentido", garantiu Tannure.


(Tannure, à direita, conversa com Carlos Noval, diretor de futebol do Flamengo)

Confira abaixo os demais trechosda entrevista:


Tem problema o jogador manter a forma física com profissional que não seja do clube?


"Desde que siga as orientações fornecidas pela comissão técnica, não há problema, porque há diversas metodologias de trabalho. E o Flamengo, logicamente, tem a dele".


É melhor o atleta relaxar e aproveitar o recesso ou tentar ao máximo não voltar fora de forma?


"As atividades são de baixa, moderada intensidade a fim de que realmente possam se recuperar fisicamente e mentalmente da sequência de jogos, mas orientamos que sigam um programa de treinamento específico para esse momento. Muitas vezes dizemos que o descanso também faz parte do treino, então realmente é preciso. Importante destacar que descansar é diferente de relaxar. E eles sabem disso".


Os atletas sem condições de jogo (até a última quarta-feira), como Berrío, Réver e Diego, vão receber atenção especial?


"Claro. Por conta da dor, Diego realizou fisioterapia em período integral até hoje (quinta-feira) para acelerar o processo. E seguirá fazendo alguns exercícios, assim como Berrío e Réver, que já estão entregues à preparação física, não estão mais no Departamento Médico. Realizam trabalhos específicos. Como foram lesões diferentes dos dois, evidentemente o tempo de recuperação física de ambos também é distinto. Estão dentro do prazo de cada um e evoluindo bem".


(Berrío está em fase 4 de recuperação de cirurgia no joelho e retorna em breve)


*Como os jogadores estão tendo recesso de dez dias no meio da temporada, por conta da Copa do Mundo, as férias no final do ano devem ser reduzidas. O Flamengo ainda não confirma, mas disse que existe a possibilidade de acontecer.



Crédito das Fotos: Gilvan de Souza/Flamengo

D

Clique aqui para receber!