Rio - Assim como em 2023, o Flamengo terminou a fase de grupos da Libertadores na segunda colocação. Mesmo vencendo duas partidas consecutivas, incluindo um triunfo em cima do líder Bolívar, os resultados positivos não foram suficientes para o Rubro-Negro finalizar em primeiro na sua chave. Agora, a equipe de Tite terá que decidir novamente as oitavas fora de casa .
Em comparação com a campanha da temporada passada, o clube da Gávea perdeu um jogo a mais. Derrotas para o Bolívar e para o Palestino, principalmente, ambas fora de casa, prejudicaram a campanha do time. Em 2023, o único revés foi para o Aucas, do Equador, também longe do Rio de Janeiro.
Em ambos os anos, derrotas para times pequenos custaram caro para o Flamengo em seus grupos. Como possíveis adversários na próxima fase, o Rubro-Negro pode ter pela frente Fluminense, Palmeiras, Atlético-MG, River Plate ou The Strongest, da Bolívia, por exemplo. Com isso, a missão do clube em busca de um tetra inédito ficará mais complicada.
Com a classificação na Libertadores, o Flamengo volta suas atenções para o Brasileirão. O próximo compromisso será contra o Vasco, às 16h (de Brasília) do próximo domingo (2), no Maracanã, pela 7ª rodada do campeonato.