Com a contratação do atacante Gabriel Barbosa, o Gabigol, o técnico do Flamengo, Abel Braga, passa a contar com quatro jogadores da posição para a temporada de 2019. E neste ‘cardápio’ de camisas nove, o treinador poderá escolher atletas com características bem diferentes.

Entre promessas, artilheiros de edições do Campeonato Brasileiro e até prospectos a seleção, Gabigol, Henrique Dourado, Fernando Uribe e Lincoln estão na lista de ‘homens gol’ da equipe carioca.

E utilizando estatísticas do TruMedia, é possível comparar a movimentação e comportamento dos atletas quando estiveram na frente da meta adversária, na última edição do Brasileirão.

Artilheiro do Brasileirão 2018 e 'reforço de peso' da nova gestão

Nome: Gabriel Barbosa (Gabigol)

Partidas: 35

Gols: 18 (artilheiro do campeonato)

Chutes: 68

Média de chutes certos: 42.6%

Gabriel Barbosa foi o segundo contratado na gestão da nova diretoria, encabeçada pelo presidente Rodolfo Landim. O novo atacante da Gávea vai herdar a camisa de número nove, vestida por último pelo peruano Paolo Guerrero, embora a torcida espere que o desfecho de sua passagem pelo Fla seja bem diferente.

Gabigol foi contratado por empréstimo junto a Inter de Milão, clube que detém os direitos do atacante brasileiro. Sem custos na transferência, o jogador vestirá a camisa rubro-negra em 2019 e o clube carioca vai arcar com todo seu salário.

Ele foi o artilheiro da última edição do Campeonato Brasileiro, com 18 tentos anotados. Além disso, o atleta de 22 anos se movimenta de forma bem diferente dos outros atacantes do Flamengo, inicia grande parte das suas jogadas pelo lado direito do campo, embora tenha grande presença de área, com grande parte dos seus gols anotados dentro da área pintada, como é possível ver na imagem abaixo.

Também foi o segundo maior artilheiro do Brasil no ano passado, atrás apenas de Gustavo Henrique, o Gustagol, que defendeu as cores do Fortaleza na Série B e Campeonato Cearense, balançando as redes em 30 oportunidades. Gabriel Barbosa, por sua vez, anotou 27 gols durante toda a temporada pelo Santos.

No Brasileirão 2018, Gabigol é um dos quatro disponíveis para Abel que mais chutou contra o gol adversário. Segundo o TruMedia/ESPN, de 68 finalizações, ele acertou 42.6% na meta da outra equipe.

Exímio cobrador de pênaltis e 'velho conhecido' de Abel

Nome: Henrique Dourado

Partidas: 20

Gols: 6

Chutes: 17

Média de chutes certos: 38.1%

Conhecido de Abel Braga, Dourado teve a melhor temporada da sua carreira sob comando do treinador. O atacante foi o 'homem de referência' do rival Fluminense no ano de 2017 e artilheiro do Brasileirão, com 32 gols.

Acertou sua transferência para o Flamengo no início da 2018, por 10 milhões de reais.

Porém, o camisa 19 não foi unanimidade na temporada passada. Em 20 partidas disputadas no Campeonato Brasileiro, balançou as redes em seis oportunidades e em 17 arremates, seis bolas entraram no gol, sendo que dois foram anotados a partir de cobranças de pênalti, sua 'especialidade'.

No Fla, se movimentou por alguns setores do campo, porém, marcou presença dentro da área adversária.

Transferências sem custos, 'grata surpresa' e elogiado por Abel

Nome: Fernando Uribe

Partidas: 20

Gols: 6

Chutes: 30

Média de chutes certos: 31.4%

Centroavante colombiano que chegou ao solo brasileiro em junho do ano passado. Envolvido em uma transferência sem custos para o clube carioca, Uribe demorou algumas partidas para se adaptar ao futebol brasileiro, porém, o futebol do atacante está se desenvolvendo e chamando a atenção de Abel e da torcida.

Nesta pré-temporada, o camisa 20 foi o responsável pelos dois gols do Fla contra o Ajax, válido pela Florida Cup. Em entrevista coletiva após a partida, Abel disse que Uribe 'saiu na frente dos outros' na briga pela titularidade.

Uribe também foi o responsável por 'ocupar a vaga' de Paolo Guerrero, quando o peruano saiu do Flamengo e logo acertou seu contrato com o Internacional, de Porto Alegre. Por sua vez, o recém-chegado começou anotando gols importantes e mostrando seu 'faro de matador', querido também pelo técnico Dorival Júnior, que comandou o time na reta final do campeonato, após a demissão de Barbieri.

No Brasileiro de 2018, em sua (meia) temporada de estreia no time brasileiro, participou de 20 partidas e anotou seis gols. Em 30 chutes, garantiu de 31.4% dos arremates no gol adversário.

Cria da Gávea e responsável por um dos pontos altos do Fla em 2018

Nome: Lincoln

Partidas: 9

Gols: 0

Chutes: 5

Média de chutes certos: 60%

Jovem cria das categorias de base do Flamengo, o camisa 29 não foi presença constante na titularidade do clube carioca durante o ano de 2018. O atacante de 19 anos participou de nove partidas e não balançou as redes. Embora tenha se movimentado por diversas partes do campo, e garantido uma média de 60% de arremates no gol adversário em cinco chutes.

Apesar de ser um dos mais novos do elenco, Lincoln é forte e gera grande expectativa por parte da torcida. Expectativa essa que aumentou consideravelmente por ser o responsável por anotar o gol de empate contra o Grêmio, na casa do adversário, no primeiro confronto das quartas de final da Copa do Brasil.

Uma das partidas mais icônicas da temporada, quando o Flamengo, ainda comandado por Mauricio Barbieri, garantiu o empate nos acréscimos, contra o campeão da Libertadores da América em 2017.