Rio - Nesta terça-feira, 20, o Flamengo conquistou a vaga antecipada para a semifinal. Isso porque o Rubro-Negro venceu o Boavista por 4 a 0 no Maracanã, em partida válida pela nona rodada da Taça Guanabara. Luiz Araújo, Pedro e Arrascaeta (2) fizeram os gols da noite. Cabe mencionar que a equipe do técnico Tite poderia ter construído um placar ainda mais largo. O Fla teve uma bola tirada praticamente em cima da linha, chegou carimbar a trave em outro momento e ainda desperdiçou uma cobrança de pênalti.
Com o resultado, o Rubro-Negro chegou aos 21 pontos ao lado do Fluminense, mas tem ampla vantagem no saldo de gols e lidera a Taça Guanabara.
Agora, o Flamengo foca no clássico com o Flu no próximo domingo, às 16h, no Maracanã, pela 10ª rodada da Taça Guanabara.

O JOGO

O Flamengo sobrou na partida. Com fome de gols e muita pressão, o time de Tite abriu o placar logo aos nove minutos do primeiro tempo. Após um erro do Boavista, a bola sobrou para Igor Jesus, que logo acionou Luiz Araújo. O atacante recebeu livre da entrada da área, ajeitou para a perna esquerda e finalizou forte e rasteiro para balançar as redes.
Aos 13, o Fla ampliou a vantagem após uma linda jogada de Everton Cebolinha. O camisa 11 pegou a bola pelo lado esquerdo, deixou o marcador no chão ao driblá-lo e cruzou na medida para Pedro, que subiu para cabecear e fazer o segundo gol rubro-negro na noite.
Vale destacar que o Flamengo empilhou grandes chances e, assim, poderia ter ido para o intervalo já com uma goleada. Luiz Araújo, por exemplo, carimbou a trave em uma oportunidade e teve a bola tirada em cima da linha após um chute. Pedro desperdiçou uma cabeçada dentro da pequena área e sem goleiro. Ele ainda teve outra chance sem goleiro também na pequena área, mas o defensor apareceu na hora "H" para fazer o corte. Além disso, com menos de 20 segundos de partida, Ayrton Lucas conseguiu uma finalização, e a bola passou rente à trave.
O Verdão de Saquarema, por sua vez, tentava transições rápidas para tentar atacar. No entanto, a pressão pós-perda do Flamengo estava ajustada, e o Boavista teve muita dificuldade para chegar ao ataque e levar perigo.
Pedro comemora gol marcado no jogo do Flamengo contra o Boavista  - JORGE RODRIGUES/AGIF - AGÊNCIA DE FOTOGRAFIA/ESTADÃO CONTEÚDO
Pedro comemora gol marcado no jogo do Flamengo contra o Boavista JORGE RODRIGUES/AGIF - AGÊNCIA DE FOTOGRAFIA/ESTADÃO CONTEÚDO
Na etapa complementar, o cenário não mudou. O Flamengo manteve a pressão, continuou em cima e não deixou o Boavista respirar. Nesse cenário, o árbitro assinalou um pênalti por mão na bola após uma revisão no VAR. Pedro foi para a cobrança por volta dos 20 minutos, mas o goleiro André Luiz acertou o canto e fez a defesa sem dar rebote.
Apesar disso, o Rubro-Negro finalmente chegou ao terceiro gol na marca dos 26 minutos. Arrascaeta invadiu a bola pelo lado direito, a bola subiu após uma dividida, e uruguaio bateu com estilo no ângulo.
Mesmo com a vitória assegurada, o Flamengo não quis saber de tirar o pé do acelerador e transformou a vitória em goleada. Aos 40 minutos, De La Cruz descolou bom passe para Arrascaeta, que estava livre de marcação. O camisa 14, então, avançou pelo lado esquerdo, ficou cara a cara com o goleiro e finalizou para fazer o quarto do Fla na noite.

FICHA TÉCNICA

Flamengo x Boavista

Data e Hora : 20/2/2024, às 21h30
Local : Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro : Alex Gomes Stefano

Cartões amarelos : Matheus Lucas e Sheldon (BOA)
Cartões vermelhos : -
Gols : Luiz Araújo (1-0) (09'/1ºT) / Pedro (2-0) (13'/1ºT) / Arrascaeta (3-0) (26'/2ºT) / Arrascaeta (4-0) (40'/2ºT)
FLAMENGO (Técnico: Tite)
Rossi; Varela (Wesley, 35'/2ºT), David Luiz, Léo Pereira (Cleiton, 28'/2ºT) e Ayrton Lucas (Viña, 28'/2ºT); Igor Jesus, De La Cruz e Arrascaeta; Luiz Araújo (Bruno Henrique, 24'/2ºT), Everton Cebolinha e Pedro (Gabi, 24'/2ºT).
BOAVISTA (Técnico: Filipe Cândido)
André Luiz; Sheldon, Gabriel Almeida, Pablo Maldini e Alysson; William Oliveira, Crystopher (Abner Vinícius, Intervalo) e Ryan Guilherme (Léo Costa, 35'/2ºT); Jeffinho (Matheus Ludke, Intervalo), Matheus Alessandro (Erick Flores, 17'/1ºT) e Matheus Lucas (Cristian, Intervalo).