O Flamengo oficializou junto à Caixa Econômica Federal o projeto do estádio no antigo Gasômetro, em reunião no sábado (9). Os presidentes do Rubro-Negro, Rodolfo Landim, e do banco, Carlos Vieira, encontraram-se na sede da Gávea para tratar do assunto. A informação foi divulgada primeiramente pelo blog de Lauro Jardim, de O Globo, e confirmada pela reportagem de O Dia .
Até sábado, Flamengo e Caixa conversavam sobre o estádio, mas o projeto de construção ainda não havia sido entregue . Os dirigentes rubro-negros que participaram do encontro saíram otimistas .
Para conseguir a cessão do terreno do antigo Gasômetro, perto da Rodoviária Novo Rio, o clube aposta num plano de revitalização da região para convencer o banco a vendê-lo. O objetivo é conseguir levar comércio para o entorno, entre outras vantagens além dos dias de jogos.
Em julho de 2022, o prefeito do Rio, Eduardo Paes, deu aval à construção do estádio no terreno do antigo Gasômetro.
O próximo passo é apresentar uma proposta de compra do terreno, que pertence a um fundo de investimentos da Caixa e está avaliado em R$ 250 milhões do local. A diretoria do Flamengo tem um projeto de construir um estádio próprio para mais de 100 mil pessoas .
Entretanto, a diretoria planeja seguir com a gestão do Maracanã, cuja licitação está na segunda fase, de análise das propostas técnicas.