O Flamengo oficializou, na tarde desta sexta-feira, a venda do edifício Hilton Santos, no Morro da Viúva, para a construtura RJZ Cyrela.

O local, que já serviu de sede para o clube, mas que ultimamente estava abandonado e chegou a ser ocupado por famílias de sem-teto, teve sua venda aprovada no conselho do Flamengo no final do ano passado, mas só agora o acordo foi oficializado.

"Hoje, depois de várias etapas cumpridas e exigências superadas, finalmente lavramos a escritura definitiva referente à negociação aprovada pelo CODE no final do ano passado. Este é um passo importantíssimo, mais uma conquista de extrema relevância na área patrimonial do clube, na medida em que, além do pagamento inicial, será feito um investimento, pela RJZ Cyrela, na ordem de R$ 115 milhões no retrofit completo do prédio, permanecendo o Flamengo como proprietário de 30% das unidades, que serão entregues completamente reformadas, valorizadas, em um empreendimento emblemático, que será uma referência para a cidade", explicou Alexandre Wrobel, vice-presidente de Patrimônio do clube e que estava presente no evento que selou o negócio.

O dirigente ainda detalhou como será utilizado o dinheiro arrecadado com o negócio: "Os valores recebidos estão sendo integralmente revertidos para o patrimônio do clube, fundamentalmente na construção da segunda fase do nosso CT, que será inaugurado no final desse ano, e certamente será motivo de enorme orgulho para toda Nação Rubro-Negra", concluiu.