O Flamengo teve muito a lamentar com a derrota de virada por 3 a 1 para o Grêmio , quarta-feira (25), pelo Brasileirão, mas Everton Cebolinha teve pelo menos um motivo para celebrar. Titular, o atacante encerrou jejum de três meses sem fazer gol e aposta em crescimento de seu futebol com a chegada de Tite.
Sem ainda ter se firmado desde que chegou ao Rubro-Negro, no meio de 2022, Everton Cebolinha esteve em seu melhor momento com o treinador na seleção brasileira, em 2019 . Por isso, já vê resultado nessas duas primeiras semanas do novo trabalho, principalmente em relação ao retorno da confiança.
"Treinador que já me conhece, desde que chegou me deu bastante confiança. Fico muito feliz com isso, eu precisava. (Preciso de) sequência também para poder mostrar do que sou capaz. Ele me deu essa oportunidade, fui feliz de fazer o gol, ajudar a equipe", avaliou.
Everton Cebolinha não fazia gol desde 25 de junho, na vitória do Flamengo por 3 a 2 sobre o Santos, na Vila Belmiro. Desde então, não saiu do banco em 10 partidas e esteve em campo 16 vezes : entrou em outros 11 e só foi titular em cinco, inclusive contra o Grêmio, quando encerrou o longo jejum.
Com Tite, foi aproveitado nas três partidas, apesar de ter entrado no fim contra Vasco e Cruzeiro , e só foi titular diante do Grêmio porque Bruno Henrique foi poupado. Mas voltou a marcar contra o ex-clube, assim como havia feito no primeiro turno do Brasileirão e explicou porque não comemorou o gol marcado.
"Voltar aqui é sempre muito especial, fui muito feliz aqui. Fiz como tinha dito, que se fizesse gol não ia comemorar por respeito, pela história vencedora que tive aqui", disse.