Everton Cebolinha dividiu com os companheiros o golaço que marcou na vitória do Flamengo por 2 a 0 sobre o Fluminense , no Maracanã, pelo Campeonato Carioca. Afinal, a bela jogada coletiva teve participação de Fabrício Bruno, De La Cruz e passes de calcanhar de Arrascaeta e Pedro , antes do atacante chutar e contar com a falha de Fábio.
Em entrevista à FlaTV, o atacante rubro-negro não viu sorte, mas sim que apareceram as características dos jogadores que participaram do gol .
"Foi uma verdadeira obra de arte, pela construção da jogada. Nico escapa de dois jogadores com facilidade muito grande, jogador de extrema qualidade. Pedro e Arrascaeta nesses toques sem olhar, você vê a qualidade deles, são jogadores extremamente inteligentes" elogiou Cebolinha, que também admitiu que o chute que deu não era o que queria fazer:
"Fui muito feliz na finalização, por mais que não tenha ido aonde eu planejava, que era um chute mais cruzado. Mas peguei bem na bola, foi bem forte e acabou dificultando para o Fábio".

Com o Flamengo virtual campeão da Taça Guanabara, o atacante faz balanço positivo deste início de temporada do time , especialmente no desempenho nos clássicos. Foram duas vitórias, sobre Botafogo e Fluminense, e um empate, sem ter sofrido gol.
"A gente planeja fechar com vitória essa primeira fase, obviamente com o título da Taça Guanabara, que é muito importante para a confiança do nosso grupo e para dar respaldo ao trabalho. Os clássicos do Rio são muito difíceis, fica a prova desses últimos dois, muito disputados e difíceis. A gente procura estar muito concentrado, se estivermos concentrados como no último jogo, temos totais chances de sairmos como campeões", completou.