Empresário Léo Moura reforça nova faceta e emplaca reforço no Flamengo

Jogador com forte relação com o Flamengo , o ex-lateral Léo Moura trocou a chuteira pela "gravata" para escrever um novo capítulo com o Rubro-negro. O ex-jogador, o sétimo que mais vezes vestiu a camisa do clube (517 jogos), ajudou na negociação que resultou na chegada do zagueiro Bruno Viana ao clube .

Atualmente empresário, Léo trabalhou em parceria no negócio. Outra das pontas envolvidas também tem ligação com o Flamengo. Ex-volante rubro-negro, Rômulo foi um dos intermediários da transação. Na sexta-feira (12), a dupla esteve no Ninho do Urubu e registrou o momento em meio de suas redes sociais.

Com uma passagem bíblica, Léo Moura festejou a concretização da transação e ressaltou ainda o "orgulho de fazer parte deste momento":

"Não fui eu que ordenei a você? Seja forte e corajoso! Nem se apavore nem desanime, pois o Senhor, o seu Deus, estará com você por onde andar".

$escape.getH( ) uolbr_geraModulos('embed-foto ','/2021/pagina-da-empresa-de-agenciamento-do-ex-lateral-direito-leo-moura-no-instagram-1613229842631.vm')

Leo Moura atuou durante dez anos no Flamengo. No clube da Gávea, sagrou-se campeão brasileiro de 2009, bicampeão da Copa do Brasil (2006 e 2013) e pentacampeão carioca (2007, 2008, 2009, 2011 e 2014).

Em 2015, ganhou uma despedida oficial no Maracanã, em amistoso contra o Nacional (URU). Na ocasião, foi homenageado com uma placa entregue por Zico, maior ídolo da história rubro-negra.

Polêmica na Paraíba

Um dos fundadores da LM Sports, Léo se envolveu em uma saia justa quando defendia o Botafogo (PB). Quando ele ainda era jogador, sua empresa agenciou a chegada do meia Vinícius Araújo, da Campinense, um dos grandes rivais do clube.

Ocorre que o Estadual da Paraíba estava na reta final, e a transação, revelada à época pelo "Globoesporte", gerou desconforto e levantou um debate sobre a ética profissional do ex-lateral.

Imagem: Reprodução / Instagram

Fonte: Uol
)