Roma - A dupla Marcos Braz e Bruno Spindel viajou para a Itália para tentar fechar negócio com a Roma pelo lateral-esquerdo Matías Viña, segundo informações do 'ge'. Atualmente, o jogador defende o Sassuolo, por empréstimo.
O desejo inicial do Flamengo era pagar 6 milhões de euros (cerca de R$ 32,2 milhões), enquanto a Roma pedia 10 milhões de euros (aproximadamente R$ 53,6 milhões) pela liberação do lateral-esquerdo. Com o andamento da negociação, houve flexibilização das duas partes. O clube carioca aumentou a oferta e incluiu metas que podem tornar o montante final ainda maior.

Ainda de acordo com o 'ge', a Roma entende que o Rubro-Negro está se aproximando de valores aceitáveis. Lá atrás, no começo da negociação, os italianos pareciam irredutíveis em relação à pedida de 10 milhões de euros.