Rio - Nesta segunda-feira, 13, o diretor de relações externas do Flamengo, Cacau Cotta, anunciou o afastamento do departamento de futebol. O dirigente vive um momento turbulento com o vice-presidente de futebol do clube, Marcos Braz.
"Diante dos últimos acontecimentos, em que fui impedido de exercer corretamente, como sempre fiz, minhas funções como diretor de relações externas, estou me afastando do departamento de futebol. Mas continuarei a defender e trabalhar pelos interesses do Flamengo, acima de qualquer vaidade pessoal", disse Cacau Cotta, por meio das redes sociais.
Este processo de afastamento na relação entre os dois começou quando o vice-presidente de futebol soube da pré-candidatura de Cacau a vereador do Rio. O VP pretende se reeleger nas eleições. Por isso, a movimentação incomodou Braz, que teme uma eventual perda de votos.
Hoje, a relação entre Braz e Cacau é somente profissional. O diretor de relações externas representa o Fla em conversas com a Ferj e a Conmebol, juntamente com o diretor executivo de futebol do clube, Bruno Spindel.
Cacau Cotta também participava das viagens com a delegação rubro-negra. No entanto, por causa da turbulência entre as partes, isso mudou.