Em baixa: trio revê Flamengo ainda

César, goleiro Ponte Preta (Foto: Carlos Velardi/ EPTV) César ainda nem estreou na Ponte Preta (Foto: Carlos Velardi/ EPTV)

O goleiro César, o zagueiro Antônio Carlos e o volante Jonas deixaram o Flamengo recentemente em busca de mais espaço na Ponte Preta, mas neste domingo, quando os times duelam pela terceira rodada do Brasileirão, às 11h, no Majestoso, provavelmente serão apenas espectadores. No máximo ficarão como opções no banco de reservas.

Sem chances na Gávea, eles também ainda não se firmaram no time de Campinas. Revelação do Flamengo, César, campeão da Copinha de 2011, e Antônio Carlos, contratado este ano sem entrar em campo no time carioca, não tiveram o gostinho de estrear ainda na Macaca.

Para completar, o volante Jonas estava fora dos planos até pouco tempo atrás. Ele foi o primeiro a desembarcar em Campinas no começo de fevereiro. Chegou com status de titular absoluto e aposta para organizar o meio de campo alvinegro. Assim foi no começo de sua trajetória pela Ponte, mas a situação mudou desde a chegada de Eduardo Baptista para comandar o time. Pelo estilo de jogo, o treinador deu preferência a volantes com mais saída de bola, como João Vitor, Elton, Matheus Jesus e Renê Júnior.

VEJA TAMBÉM:
>>> Sem descartar mudanças, Eduardo prega equilíbrio para assumir derrota

Diante disso, Jonas passou a treinar em separado, ao lado de outros jogadores fora dos planos, como Wellington e Nino Paraíba, e ficou perto de sair da Macaca , mas os problemas com outras peças do setor - lesão de Elton e demora para recondicionamento de Renê Júnior - deram uma sobrevida para Jonas no clube. O empréstimo dele vai até dezembro.

Jonas, volante Ponte Preta (Foto: Fabio Leoni/ PontePress) Volante Jonas começou em alta na Ponte, mas agora sequer tem ficado no banco (Foto: Fabio Leoni/ PontePress)


Depois de Jonas, Ponte e Flamengo fizeram negócio envolvendo o goleiro César. A intenção dos cariocas era valorizar o jogador e emprestá-lo para ganhar experiência. Do lado da Macaca, César era visto como concorrente à altura de João Carlos e Matheus pela camisa 1, em um momento de instabilidade dos goleiros da Macaca. Uma lesão no tríceps logo na primeira semana de treino, porém, o tirou de combate por um tempo e esfriou a disputa. Agora, com João Carlos intocável na meta alvinegra, César reveza com Matheus no banco de reservas.

Antônio Carlos, zagueiro Ponte Preta (Foto: Heitor Esmeriz) Antônio Carlos ainda espera pela primeira chance na zaga da Macaca (Foto: Heitor Esmeriz)

O zagueiro Antônio Carlos é o mais recente ex-Fla no elenco da Macaca e também o único já sem vínculo com o time carioca. Ele deixou a Gávea sem ter feito uma partida oficial sequer pelo clube - atuou apenas em um amistoso na pré-temporada e chegou a ficar no banco de reservas em um jogo do Carioca, mas sem entrar. Após boa passagem pelo Avaí, foi contratado pelo Flamengo para integrar a equipe alternativa que o time pretendia usar no estadual.

SAIBA MAIS:
> Ponte repete política de ingressos e cobra até R$ 100 contra o Flamengo

Assim, Antônio Carlos ficou sem espaço, rescindiu contrato e fechou com a Macaca , onde entrou na fila por uma chance na defesa. Douglas Grolli e Kadu são os titulares, e Fábio Ferreira tem sido o zagueiro escolhido para ficar no banco. A tendência é que Antônio, elogiado por Eduardo e visto dentro do clube com potencial para ajudar no Brasileirão, ganhe oportunidades aos poucos, mas dificilmente será a partir deste domingo, contra o Flamengo.

Fonte: Globo Esporte
)