Após as conquistas do Brasileirão e da Libertadores e às vésperas do Mundial, O GLOBO conversou com três pensadores rubro-negros — Ruy Castro, Arthur Muhlenberg e Roberto Assaf — sobre o que mudou na identidade do Flamengo e de sua torcida entre o brilhante ano de 1981 e os dias de hoje.

O resultado dessas entrevistas é um livro digital produzido pela editoria de Esportes. Clique aqui para ler o e-book .

O livro 201981 debate a nova identidade do Flamengo Foto: Reprodução
O livro 201981 debate a nova identidade do Flamengo Foto: Reprodução