Logo Netfla

Dirigente do Flamengo comenta aumento de dívida: 'Ano imprevisível e desafiador'

Rio - Exemplo de gestão financeira nos últimos anos, o Flamengo teve um aumento de dívida neste período de pandemia do novo coronavírus. Um balanço divulgado recentemente mostra que o Rubro-Negro foi o terceiro clube do país que mais somou débitos neste momento que o mundo vive, R$ 163 milhões a mais do que no último levantamento. No entanto, o atual presidente da Comissão de Finanças do Conselho Deliberativo do Flamengo, Claudio Pracownik, minimizou os resultados.

Pracownik respondeu um tweet do ex-vice de finanças do Flamengo Wallin, que tranquilizou os Rubro-Negros garantindo estar 'tudo sob controle'. Um dos primeiros efeitos da pandemia foi a rescisão do patrocínio do Azeite Royal, que estampava o uniforme dos quatro grandes do Rio. A Adidas também atrasou alguns pagamentos dos valores previstos em contrato. Mas o mais importante estão sendo os estádios sem público, onde o clube deixa de arrecadas com valores de bilheteria.

“Acrescento à excelente análise do Wallim que a razão entre a dívida liquida total e o resultado operacional dos últimos 12 meses é absolutamente saudável. Não quero minimizar os graves efeitos que a crise global impôs também ao CRF. Ainda temos pela frente um ano imprevisível e desafiador, aonde novas receitas terão que ser geradas e o Fluxo de Caixa gerido à unha. Termino dizendo que apesar de tudo, terminamos o 1º semestre com uma performance financeira melhor do que aquela orçada e que temos a sorte de ter a frente do Clube pessoas extremamente sérias e competentes para atravessar esse momento de exceção que estamos vivendo", escreveu Claudio.

Fonte: O Dia

Comentários

Jogos

Próximo jogo 2dias, 13horas a partir de agora
Libertadores da América
Barcelona de GuayaquilBarcelona de Guayaquil
X
FlamengoFlamengo
Ter 22/09 / Monumental de Barcelona / 19h15
Libertadores da América
Independiente Del ValleIndependiente Del Valle
- x -
FlamengoFlamengo
Últimas
+ Lidas da semana