O Flamengo dá como encerrada a polêmica de Gabigol com a camisa do Corinthians . Após a punição de retirar o número 10 e multar o atacante , o vice de futebol do Rubro-Negro, Marcos Braz, não vê motivo para o assunto continuar, após a reunião que teve com ele, de cerca de 40 minutos na sexta-feira (17) .
"Assunto encerrado, ontem (sexta) a gente fez as comunicações que deveria fazer. O atleta, lógico, ficou chateado, mas entendeu. Uma conversa, que fique claro, que ficará entre mim e ele", afirmou Braz à TV Globo.
Liberado do treino após a reunião, Gabigol se reapresentou neste sábado no CT Ninho do Urubu e participou das atividades com o elenco. Sem a camisa 10 do Flamengo, o atacante utilizará a 99 . Na sexta,  ele se manifestou e disse que acatará a decisão da diretoria , mas não pediu desculpas sobre a foto que viralizou nas redes sociais.
"A gente avaliou a situação e tomou as decisões em função dos nossos entendimentos. Acho que falar qualquer coisa após o assunto ser comunicado ao atleta é muito ruim. Acabou, agora é vida que segue. Tem uma competição enorme pela frente, a gente precisa do atleta, que é um atleta importante. Tem uma carreira que fala por si só em relação aos títulos que ganhou aqui", completou o dirigente.
Braz também confirmou que a negociação pela renovação de contrato segue parada. Com vínculo até o fim de 2024, Gabigol poderá assinar um pré-contrato a partir de julho .