Rio - O diretor de relações externas do Flamengo, Cacau Cotta, passa por um momento de distanciamento e esvaziamento das funções do futebol. O dirigente está em uma turbulência com Marcos Braz, e Rodolfo Landim já ensaia mudança no departamento de futebol. A informação é do site "ge".
Este processo de afastamento na relação entre os dois começou quando Marcos Braz soube da pré-candidatura de Cacau a vereador do Rio. O VP de futebol do Rubro-Negro pretende se reeleger nas eleições. Por isso, a movimentação incomodou Braz, que teme uma eventual perda de votos, de acordo com o site.
Hoje, a relação entre Braz e Cacau é somente profissional. O diretor de relações externas representa o Fla em conversas com a Ferj e a Conmebol, juntamente com o diretor executivo de futebol do clube, Bruno Spindel.
Cacau Cotta também participava das viagens com a delegação rubro-negra. No entanto, por causa da turbulência entre as partes, isso mudou.
Algumas situações têm gerado irritação nos bastidores do Flamengo. Uma delas veio por causa de uma resposta de Cacau nas redes sociais.
Inicialmente, Marcos Braz fez uma postagem no twitter (antigo X) para ironizar a ausência de um jogo às 11h na rodada passada. O Flamengo enfrentou o Botafogo na quarta rodada neste mesmo horário e perdeu por 2 a 0.
Um torcedor cobrou Cacau Cotta, que respondeu dizendo que o assunto deveria ter sido tratado no arbitral, quando a tabela do Brasileirão é definida. Esta exposição não pegou bem dentro do Fla e incomodou Landim, que participou do arbitral. Na última terça, os dois tiveram uma reunião.
Segundo o site, internamente, passou a ser visto como uma questão de tempo o esvaziamento de Cacau Cotta em importantes funções no futebol.
Além disso, na última quinta, Cacau apareceu em uma foto com um membro de uma organizada do Rubro-Negro que esteve presente no protesto em frente ao CT na manhã desta sexta .
Segundo o site, Landim foi um dos mais incomodados com o encontro. Existe, portanto, um entendimento que a situação pode findar a relação de Cacau Cotta com a atual gestão do Flamengo.