São Paulo - O Corinthians segue negociando com o Flamengo a contratação do lateral-direito Matheuzinho. As partes buscam um denominador comum para fechar a transferência, de acordo com o 'ge'. O ponto de entrave é sobre a mudança de duas cláusulas no contrato do atleta.
A diretoria do Timão deseja que o Rubro-Negro altere dois pontos no vínculo de empréstimo. O primeiro seria incluir uma taxa de vitrine ao Corinthians caso Matheuzinho seja vendido ao longo de 2024 e, o segundo, retirar as chances de o Flamengo solicitar o retorno do lateral-direito a qualquer momento.
Diretor de futebol do clube paulista, Rubens Gomes declarou que os clubes buscam solução para o imbróglio e reforçou que o negócio, nos termos atuais, não será finalizado.

"Corinthians e Flamengo estão conversando porque os moldes que foram apresentados o contrato o Corinthians não vai aceitar. O Corinthians não vai mais ser trampolim para ninguém, então a gente vai conversar e chegar em um denominador comum", afirmou.
As partes também conversam para acertar o valor fixado para compra dos direitos econômicos de Matheuzinho. A primeira oferta feita pelo Corinthians foi recusada pelo Flamengo. O clube paulista entende que seria mais uma forma de se proteger, caso o lateral se destaque por lá.