Dicas econômicas do Cartola #24: time por C$ 114 com Cruzeiro, Grêmio e Hernanes

As dicas econômicas do Cartola #24 reúnem uma equipe que exige investimento de C$ 113.66 e é baseada no Ranking Espião Estatístico de Desempenho, que leva em consideração as pontuações de alguns quesitos do Cartola em jogos oficiais realizados pelos clubes não só no Campeonato Brasileiro.

Onde ler referências a bimestre ou últimos dois meses, trata-se do período de 12 de julho a 11 de setembro. O mercado fecha no próximo sábado, às 17h (de Brasília). São três horas a mais do que o normal, mas já deixe uma equipe escalada. Se a vida ficar corrida, pelo menos você já está com seu time atualizado.

Obrigado pela leitura. Divirta-se!

GOLEIRO

Marcelo Grohe (Grêmio) - C$ 7.55

Nos últimos cinco jogos como mandante, o Grêmio levou apenas um gol, contando aí Libertadores e semifinal de Copa do Brasil, além do Brasileirão. Recebe a Chapecoense, que finaliza muito, mas com baixa eficácia.

LATERAIS

Capa (Avaí) - C$ 11.99

Recebe o Atlético-MG, um ataque que vem se mostrando imprevisível, apesar da grandeza dos atletas com que conta. Para aumentar o suspense, dos últimos sete jogos como mandante, o Avaí não levou gol em cinco. Capa ainda vem se destacando com roubadas de bola.

Diogo Barbosa (Cruzeiro) - C$ 11.91

No último bimestre atuou em sete jogos como mandante, fez um gol e deu uma assistência, além de quatro partidas sem sofrer gol. Recebe o Bahia, um ataque irregular, que sofre quando enfrenta defesas bem estruturadas.

ZAGUEIROS

Bressan (Grêmio) - C$ 3.00

Baixíssimo investimento com o bônus de atuar em um sistema defensivo que vem conseguindo ótimo desempenho quando mandante, como é o caso desta rodada contra a Chapecoense.

Murilo (Cruzeiro) - C$ 2.18

Nos últimos seis jogos, o Cruzeiro sofreu apenas um gol, incluindo duas partidas contra o Grêmio por semifinal de Copa do Brasil e quartas de final de Primeira Liga, além do Brasileiro.

MEIAS

Éverton Ribeiro (Flamengo) - C$ 13.38

Nos últimos dois meses disputou oito jogos, marcou três gols e deu uma assistência. Recebe nesta rodada o Sport.

Hernanes (São Paulo) - C$ 18.85

Está valorizadíssimo e é um luxo para dicas econômicas, porém, está voando: como visitante, foram quatro jogos e quatro gols. Nesta rodada enfrenta em Salvador o Vitória, que nos últimos seis jogos como mandante levou 13 gols, perdendo quatro deles.

Felipe Gedoz (Atlético-PR) - C$ 9.02

Em três jogos como mandante, marcou dois gols. Nesta rodada recebe o Fluminense, que só não levou gol em três dos últimos dez jogos como visitante.

ATACANTES

Lucas Barrios (Grêmio) - C$ 9.79

No último bimestre disputou apenas três jogos como mandante, marcou três gols e ainda deu uma assistência, um desempenho pra lá de satisfatório.

Fernandinho (Grêmio) - C$ 12.02

Em sete jogos nos últimos dois meses quando mandante fez quatro gols e deu uma assistência. Recebe a Chapecoense. No primeiro turno foi 6 a 3 para o Grêmio.

Emerson Sheik (Ponte Preta) - C$ 5.68

Outro com desempenho de respeito nos últimos dois meses em casa: em seis jogos, marcou quatro gols. Recebe o Atlético-GO.

TÉCNICO

Claudinei Oliveira (Avaí) - C$ 8.29

Tem um adversário duro pela frente. Já se fala que o Avaí só vence quando se espera que ele vá perder, mas além do baixo investo, Claudinei Oliveira merece destaque por ter conseguido fechar a defesa do Avaí. Depois da goleada por 5 a 0 para o Atlético-PR, na rodada 18, o time não levou gol em dois jogos como visitante (Vitória e Sport) e só levou um em três jogos como mandante (Santos, São Paulo, de quem levou, e Chapecoense). Cinco gols em um jogo e depois um gol sofrido em cinco jogos. Recebe o Atlético-MG.

Tem dados em casa?

  • Botafogo x Santos >> Defesa do Botafogo. Na história dos pontos corridos com 20 equipes, desde 2006, com este mando foram cinco vitórias do Botafogo (53%), um empate e quatro vitórias do Santos (43%) em dez jogos. De julho em diante, o Botafogo tem o terceiro melhor desempenho (67%, 5V, 1E, 2D) entre os mandantes, com o terceiro melhor ataque (14 gols, média 1,75) e a sétima defesa (7 gols, média 0,88). Considerados só jogos de visitantes, o Santos tem o nono aproveitamento (44%, 1V, 5E, 0D), com o pior ataque visitante (3 gols, média 0,50) e a melhor defesa (2 gols, média 0,33).
  • Ponte Preta x Atlético-GO >> Ponte Preta. Nos pontos corridos de 2006 para cá houve com este mando uma vitória do Ponte Preta no único jogo realizado. Frente a sua torcida, nos últimos dois meses, a Ponte Preta tem o décimo desempenho (44%, 2V, 2E, 2D), com o 12º ataque mandante (7 gols, média 1,17) e a oitava defesa (6 gols, média 1,00). Fora de casa, o Atlético-GO tem o 15º desempenho (39%, 2V, 1E, 3D), com o 11º ataque (6 gols, média 1,00) e a terceira pior defesa visitante (12 gols, média 2,00).
  • Avaí x Atlético-MG >> Difícil. O Avaí (17%) ainda não venceu este confronto como mandante pela Série A do Brasileiro desde 2006. Foram dois empates e duas vitórias do Atlético-MG (67%) em quatro jogos. Nos jogos disputados de julho em diante, como mandante o Avaí tem o sétimo aproveitamento (50%, 2V, 3E, 1D), com o quarto pior ataque (4 gols, média 0,67), mas a quinta melhor defesa mandantes (5 gols, média 0,83). Dos visitantes, o Atlético-MG tem o terceiro melhor aproveitamento (57%, 4V, 0E, 3D), com o nono ataque (8 gols, média 1,14) e a 11ª defesa (9 gols, média 1,29).
  • Flamengo x Sport >> Flamengo. O confronto com este mando no Brasileirão com 20 equipes teve quatro vitórias do Flamengo (63%), três empates e uma vitória do Sport (25%) em oito jogos. Entre os mandantes, nos últimos dois meses, o Flamengo tem o quarto melhor desempenho (60%, 5V, 3E, 2D), com o sexto ataque mandante (16 gols, média 1,60) e a quarta melhor defesa (8 gols, média 0,80). Como visitante, o Sport tem o segundo pior aproveitamento do período (17%, 1V, 0E, 5D), com o 11º ataque visitante (6 gols, média 1,00) e a pior defesa (15 gols, média 2,50). As duas equipes se desgastariam pela Sul-Americana no meio de semana, contra Chapecoense e Ponte Preta, respectivamente. No primeiro turno, este foi o jogo que deu tranquilidade para o técnico Vanderlei Luxemburgo no Sport e dele pode se esperar qualquer tipo de surpresa, ainda assim, o Flamengo vive fase positiva.
  • Corinthians x Vasco >> Corinthians. Considerados só os jogos com este mando de 2006 em diante, na Série A houve quatro vitórias do Corinthians (67%), dois empates e uma vitória do Vasco (24%) em sete jogos. Como mandante nos últimos dois meses, o Corinthians tem o décimo desempenho (44%, 2V, 2E, 2D), com o décimo ataque (8 gols, média 1,33) e a oitava defesa mandantes (6 gols, média 1,00). O Vasco tem o quarto melhor desempenho (56%, 3V, 1E, 2D), com o oitavo ataque (7 gols, média 1,17) e a sexta defesa visitantes (6 gols, média 1,00).
  • Atlético-PR x Fluminense >> Difícil. De 2006 para cá, pela Série A com este mando foram duas vitórias do Atlético-PR (33%), quatro empates e quatro vitórias do Fluminense (53%) em dez jogos. Quando mandante nos últimos dois meses, o Atlético-PR tem o 15º desempenho (38%, 2V, 2E, 3D), com o quarto melhor ataque mandante (12 gols, média 1,71), mas a quinta pior defesa (9 gols, média 1,29). Já o Fluminense tem o sétimo aproveitamento entre os visitantes(48%, 2V, 4E, 1D), com o nono ataque (8 gols, média 1,14) e a décima defesa visitante (8 gols, média 1,14).
  • Grêmio x Chapecoense >> Grêmio. Com este mando, desde 2006 houve duas vitórias do Grêmio (67%) e uma vitória da Chapecoense (33%) em três jogos. Em casa, no bimestre, o Grêmio tem o segundo melhor aproveitamento (81%, 5V, 2E, 0D), com o melhor ataque (14 gols, média 2,00) e a segunda melhor defesa mandantes (3 gols, média 0,43). A Chapecoense tem o quarto pior desempenho (33%, 2V, 0E, 4D), com o terceiro pior ataque (4 gols, média 0,67) e a 12ª defesa (8 gols, média 1,33). Ainda que o Grêmio tenha um jogo desgastante pela Libertadores contra o Flamengo antes desta partida, a Chapecoense receberia o Flamengo pela Sul-Americana.
  • Vitória x São Paulo >> Ataque do São Paulo. Nos jogos da Série A de 2006 em diante, com este mando houve três vitórias do Vitória (50%) e três vitórias do São Paulo (50%) em seis jogos. Quando mandante de julho para cá, o Vitória teve o pior aproveitamento (22%, 1V, 1E, 4D), com o décimo ataque (8 gols, média 1,33) e a pior defesa mandantes (13 gols, média 2,17). Atuando como visitante, o São Paulo tem o terceiro pior aproveitamento (27%, 1V, 1E, 3D), com o melhor ataque visitante (8 gols, média 1,60), mas a segunda pior defesa visitante (12 gols, média 2,40).
  • Cruzeiro x Bahia >> Defesa do Cruzeiro. Em jogos com este mando pela Série A do Brasileiro, desde 2006, houve três vitórias do Cruzeiro (75%) e uma vitória do Bahia (25%) em quatro jogos. Com o mando de campo, de julho para cá, o Cruzeiro tem o quinto melhor desempenho (58%, 3V, 5E, 0D), com o 13º ataque (8 gols, média 1,00) e a melhor defesa mandantes (3 gols, média 0,38). Como visitante, o Bahia tem o nono aproveitamento (44%, 2V, 2E, 2D), com o quinto melhor ataque visitante (8 gols, média 1,33) e a 13ª defesa visitantes (9 gols, média 1,50).
  • Palmeiras x Coritiba >> Difícil. Pela Séria A nos pontos corridos desde 2006 com este mando houve quatro vitórias do Palmeiras (57%) e três vitórias do Coritiba (43%) em sete jogos. No último bimestre, em casa, o Palmeiras tem o sexto desempenho (57%, 4V, 0E, 3D), com o oitavo ataque mandante (11 gols, média 1,57), mas a quinta pior defesa (9 gols, média 1,29). Atuando fora de casa, o Coritiba tem o 15º desempenho (39%, 2V, 1E, 3D), com o quinto melhor ataque (8 gols, média 1,33), mas a quinta pior defesa (10 gols, média 1,67).

Fonte: Globo Esporte

Comentários

Jogos

Copa Sulamericana 2017
Flamengo
Flamengo
- x -
Chapecoense
Chapecoense

A NETFLA

O portal tem como objetivo manter todos os torcedores e amantes do Flamengo informados sobre tudo que acontece no clube. Buscamos informações nas principais fontes de notícias sobre o Mais Querido do Mundo!!

Redes Sociais