Deyvseron foi o principal alvo das vaias no Maracanã, no domingo (3), e retribuiu com um provocativo pedido de desculpa à torcida do Flamengo, apontando para a tatuagem da taça da Libertadores, ao ser substituído. Após a derrota do Cuiabá por 2 a 1 para o Flamengo , o atacante ex-Palmeiras e carrasco de 2021 explicou a reação.
"Pedi desculpas pelo gol da Libertadores, mas é minha profissão, tenho que fazer gol. É um gol histórico que ficou marcado na minha carreira e na minha vida. Alguns torcedores têm certa mágoa comigo, mas muitos me trataram com carinho. Tirei foto com a maioria lá fora (no estacionamento do Maracanã)", disse Deyverson na zona mista, complementando.
"Trazer essa energia boa, saber que dentro de campo tem uma rivalidade, isso faz parte do meu trabalho e do deles. O Flamengo tem jogadores provocadores também. Todo mundo sabe que as coisas morrem dentro de campo e, fora dele, a gente continua vivendo naturalmente".
Deyverson marcou o gol da vitória do Palmeiras por 2 a 1 sobre o Flamengo, na prorrogação, na final da Libertadores de 2021. No lance, ele aproveitou erro de Andreas Pereira para garantir o terceiro título do clube paulista e, desde então, provoca o Rubro-Negro.