De saída do Fluminense, Autuori indica e Abel dá aval a Rodrigo Caetano

Nelson Perez/Site Oficial do Fluminense
Abel Braga e Rodrigo Caetano já trabalharam juntos no Fluminense

Com Paulo Autuori arrumando as malas para deixar as Laranjeiras, o ainda diretor esportivo do Fluminense prepara a sua "sucessão" nos bastidores do clube. A interlocutores tricolores, ele apontou o nome de Rodrigo Caetano, ex-diretor do Flamengo, como o mais indicado para seguir o seu trabalho no clube.

Caetano não é um pedido apenas de Autuori, mas também do técnico Abel Braga, de quem é amigo e que por pouco não parou no Flamengo em 2016. Ao lado do treinador, ele levantou o título brasileiro de 2012 pelo próprio Flu.

Com a aprovação da dupla, o presidente Pedro Abad já está ciente de que Rodrigo é o alvo preferencial. Segundo apurou a reportagem do UOL Esporte, pessoas do clube já conversaram algumas vezes com o ex-diretor executivo do Rubro-negro. A negociação, no entanto, ainda não entrou no estágio final.

Além do Fluminense, Rodrigo Caetano tem proposta do Internacional e conversou com o Vitória para atuar no cargo de CEO. Hoje, ele está entre o Tricolor das Laranjeiras e o Colorado. A decisão não é simples, já que o profissional tem a vida familiar estruturada no Rio de Janeiro - residência, negócios da esposa e escola dos três filhos. Por outro lado, Caetano nunca escondeu o desejo de retornar ao Rio Grande do Sul.

LUCAS MERÇON/FLUMINENSE F.C.
Autuori está próximo de deixar o Fluminense

De férias desde que deixou o Flamengo, o executivo viajou com a mulher Fernanda para o exterior e também ouviu propostas no período. Voltar a trabalhar parece algo cada vez mais próximo, resta saber o destino. No Flu, há quem aposte todas as fichas de que ele vestirá verde, branco e grená novamente.

Contratado no início do ano para tocar o futebol tricolor, Autuori tem aprovação de jogadores e demais funcionários. Respeitado, ele, no entanto, sente saudades de voltar a dirigir um clube como treinador. No Brasil, essa hipótese é remota, mas ele avalia a possibilidade de sair do país. Alguns episódios minaram a paciência do diretor, que ficou incomodado com o vazamento de informações da negociação com o atacante Kleber Gladiador, além de ter demonstrado contrariedade com atrasos salariais. A tentativa de interferência de diretores amadores também incomoda, mas ele sempre conseguiu blindar o grupo da guerra política que rachou o clube.

Por meio de sua assessoria, o técnico Abel Braga se manifestou: "Eu não indico ninguém ou dou aval de nada em relação a cargos de diretoria. Jamais fiz isso. Sou treinador e não me meto no extracampo. Cada um com as suas responsabilidades. E como eu também daria aval para alguma coisa se o Paulo está aqui, empregado do clube? Nem ele nem o presidente me comunicaram nada oficialmente nesse sentido. Quanto ao Rodrigo, ele é meu amigo, já trabalhamos juntos, é um profissional dos mais capacitados, mas procuro não misturar as coisas. Já tenho muita preocupação para fazer meu time jogar da melhor maneira possível".

Fonte: Uol

Comentários

Jogos

Próximo jogo 3 semanas, 4 dias a partir de agora
Brasileirão Série A
FlamengoFlamengo
X
São PauloSão Paulo
Qua 18/07 / Maracanã / 21h45
Brasileirão Série A
PalmeirasPalmeiras
1 x 1
FlamengoFlamengo
Últimas
+ Lidas da semana