De pai para filho: fã de Michael Jackson, armador do Flamengo vive dia especial

Arthur Pecos tinha acabado de chegar ao Flamengo. Aos 23 anos, há pouco havia sido eleito o melhor sexto homem do NBB 9 pelo Paulistano. Treinando na Gávea nas primeiras semanas, não foi apenas o basquete do armador que chamou a atenção dos companheiros. Na perna esquerda, o paulista carrega uma imensa tatuagem de Michael Jackson, ícone pop falecido em 2009. E aí veio a pergunta: como alguém nascido em novembro de 1994 teria tamanha admiração pelo astro que brilhou nas décadas de 1980 e 1990 e lançou seu último álbum de estúdio em 2001, quando Pecos tinha apenas sete anos? A resposta está no seu Paulo Tadeu, o pai de Arthur. Além do basquete, ele fez com que o jogador se apaixonasse também pelo cantor e aí começa a história com a lenda.

Paulo foi jogador de basquete. Atuou pelo Palmeiras e foi diretor da modalidade no Corinthians. Criança, Pecos cresceu vendo o pai arremessar a bola laranja, mas não só isso. Seu Paulo tem fixação por Michael Jackson. Coleciona discos, DVD's e dança. Isso mesmo. Imita os passos do astro pop. O talento fez com que ele passasse a juventude toda fazendo covers do americano em festas da família e também para os colegas do Alviverde nas viagens pelo Brasil. Não houve outro caminho. Arthur gostou e seguiu a paixão do pai. Em 2014, rabiscou a tatuagem do astro pop. Atuando pelo Flamengo e morando no Rio de Janeiro, o armador tem agenda cheia, mas o GloboEsporte.com tratou de unir pai, filho e a sua maior paixão.

"É meu grande ídolo na música com certeza. Só esperei fazer 18 anos para fazer a tatuagem"

O Rio de Janeiro recebeu o show de Rodrigo Teaser, o maior cover brasileiro de Michael Jackson e um dos mais talentosos do mundo. Teaser já imitava o americano quando criança. Participou de programas como o Domingão do Faustão, foi convidado para um show da própria lenda em 2003, nos Estados Unidos, e arrasta multidões no Brasil em shows onde faz um tributo ao ídolo. Empolgados, Pecos e o pai pareciam crianças. Na visita ao camarim, contaram sua história para Teaser, trocaram confidencias e claro, aproveitaram para aprender detalhes de passos como o famoso "Moon Walk". Não bastasse, viram do palco a passagem de som, o processo de maquiagem que o próprio Rodrigo faz para se transformar em Michael e depois viram o show.

- É uma paixão da família, não tem jeito. Descobri que meu pai imitava o Michael Jackson nas festas, nos bailes e esta paixão foi crescendo cada vez mais. É meu grande ídolo na música com certeza. O Michael tem uma importância muito grande na minha vida. Do Rodrigo, também já acompanhava o trabalho. Através dele, pessoas que não tiveram a oportunidade de ver o Jackson em ação podem ter uma noção do que era ele. É incrível - disse Pecos, que nos jogos do Flamengo exibe grande parte da tatuagem sob a meia branca do uniforme Rubro-Negro.

Pai e filho se arriscam na frente de cover

Na hora de dançar, Pecos até tentou. Não fez feio, mas quem arrebentou foi o seu Paulo. Se o cover passava os passos para Arthur fazer, na sua vez foi o próprio quem puxou os passinhos para Rodrigo Teaser seguir. Feliz com a chance de passar uma noite ao lado do filho curtindo o som do astro, ele conta que não tinha descanso na juventude.

- Sempre imitei o Michael Jackson desde moleque, quando tinha 12 anos. Depois, levei esta alegria para a quadra. São coisas que me emocionam hoje ver o meu filho gostar de música como ele gosta e gostar de basquete que é nosso combustível do dia a dia. O Michael foi o maior de todos. Fui nos dois shows dele no Brasil em 1993, em São Paulo. - frisa seu Paulo Tadeu.

Teaser pede cesta de três e "Moon Walk"

Os trejeitos de Rodrigo Teaser impressionaram Pecos e o pai. Pareciam que os dois estavam ao lado de Michael Jackson. Tiravam fotos a todo momento, postavam nas redes sociais e tiravam diversas dúvidas sobre o ídolo. Ninguém melhor para responder sobre o americano do que o cover brasileiro. Teaser é detalhista e isso chamou a atenção dos basqueteiros. Ele mesmo faz sua maquiagem para que fique o mais idêntico possível. Além disso, usa o mesmo perfume do cantor. Na conversa com Pecos, o artista agradeceu a visita dos dois, lembrou do clipe que Michael Jackson fez com Michael Jordan, o maior jogador de basquete da história e fez um pedido.

- Sempre falo que não sou um artista que descobriu que podia imitar Michael. Sou fã do Michael que por imitar o ídolo descobriu que podia ser artista. A estrela do show é o Michael, só estou tentando reproduzir o que ele criou, então quando você tem isso muito claro a coisa flui de forma melhor. Eu fico muito feliz quando vejo pessoas que são fãs como eles. Dá sentido ao meu trabalho. Agora eu quero que o Arthur faça uma cesta de três pelo Flamengo e depois faça o Moon Walk, seria muito legal - se divertiu Teaser.

Vivendo grande momento no Novo Basquete Brasil, o Flamengo tem apenas três derrotas. E Arthur Pecos se adaptou bem ao Rubro-Negro. Ele tem médias de 6,6 pontos e 3,4 assistências por partida em 20 minutos jogados em média. Nesta quinta-feira, às 21h15, a equipe tem o clássico contra Franca pela frente. Arthur, que foi convocado para a seleção brasileira, estará em ação. Michael Jackson estará ali, tatuado em sua pele. E a promessa é de tentar a cesta de três e o "Moon Walk".

- Vou te falar que é difícil, é mais fácil jogar. Mas eu prometo que vou tentar, sem desrespeitar ninguém, claro. Com as dicas do Teaser fica mais fácil - brincou o jogador.

Fonte: Globo Esporte

Comentários

Jogos

Próximo jogo 16 horas a partir de agora
Brasileirão Série A
SportSport
X
FlamengoFlamengo
Dom 18/11 / Ilha do Retiro / 17h00
Brasileirão Série A
FlamengoFlamengo
- x -
SantosSantos
Últimas
+ Lidas da semana