Tratado como uma das principais prioridades do Flamengo para a próxima janela de transferências, o meia Nicolás De La Cruz, do River Plate, se esquivou sobre uma possível negociação com o Rubro-Negro. O uruguaio afirmou que não pensa sobre o assunto, mas deu uma declaração em tom de despedida do clube argentino.
"Não consigo pensar nisso (na transferência). Ainda temos o objetivo de ganhar mais duas copas e colocar o pessoal acima do grupo seria egoísmo. Quando terminar o torneio, vou ver o que acontece, mas sempre sou um agradecido à instituição e aos meus companheiros, que me deixam à vontade no dia a dia. Vamos com tudo, como exige essa camisa" disse Nicolás de la Cruz, em entrevista à "ESPN Argentina".
As duas copas citadas por De La Cruz na entrevista se tratam da Copa da Liga, onde o River Plate disputará as semifinais, e a Supercopa Argentina. As competições terminam no dezembro e, a partir do fim delas, o uruguaio estaria aberto a negociar com outros clubes para definir seu futuro.
O River Plate já vê a perda de De La Cruz como iminente. O uruguaio teria um acerto salarial com o Flamengo desde o meio do ano, porém, o clube argentino não o liberou por conta da disputa da Libertadores. Com o fim dos compromissos do meia, os "Millionarios" já admitem perder o jogador.
Por outro lado, o Flamengo planeja pagar o valor da multa rescisória de 16 milhões de dólares (R$ 79 milhões) do jogador para acertar sua contratação para o início do ano que vem. O pagamento dessa bagatela seria parcelado.
Revelado pelo Liverpool Montevideo, De La Cruz chegou ao River em 2017. Ele fez parte da equipe que conquistou a Libertadores em 2018. Na atual temporada, o uruguaio de 26 anos entrou em campo em 34 jogos, fez sete gols e deu três assistências.