A primeira fase da Copa São Paulo de Futebol Júnior chegou ao fim nesta quinta-feira. Antes do início do mata-mata, já nesta sexta, o ESPN.com.br relembra dez momentos que você não pode ter deixado passar em meio às 192 partidas já realizadas na competição.

Jovem do Botafogo leva caneta, agride o driblador e é expulso

Em vitória do Cuiabá sobre o Botafogo , por 1 a 0, Luis Henrique se revoltou com um drible que levou e fez isto aí

Meia do Corinthians se lesiona feio

Contratado pelo Corinthians em 2018, Fessin viu sua Copinha acabar com uma fratura assustadora sofrida no empate com o Ituano em 2 a 2.

Chapéu frustrado dentro da área

Seu time está sem goleiro, você é zagueiro e último homem de defesa diante de um atacante. O que você faz? Tenta dar um chapéu no rival, é claro, pensou Tuta, do São Paulo . O resultado:

Mãe emocionada

Marcar um gol contra o Flamengo foi uma realização para Reginaldo. Só que a alegria do jogador do Trindade, após finalizar bela jogada do companheiro Filipinho, foi nada comparada à reação de sua mãe na arquibancada.

Coordenador emocionado

Mais lágrimas: depois de ver o São Caetano virar um jogo contra o Santos , que acabou eliminado precocemente da Copinha, Carlos, coordenador da base do time do ABC, não conteve o choro.

Furada de japonês do Palmeiras

O japonês Daiju Sasaki é uma das atrações do Palmeiras nesta Copinha. Na derrota para o Capivariano, porém, o jogador contratado junto ao Vissel Kobe não deixou boa impressão neste lance:

CNH cassada

Era para ser um simples atendimento do carrinho da maca. O motorista, porém, resolveu passar justamente em cima do pé de Bernardo, do Trindade, que seria atendido.

Carrinho na bandeirinha

Um outro tipo de carrinho também chamou a atenção na primeira fase da Copinha, um bem mais comum no futebol... O problema é que o jogador da Inter de Limeira acertou o assistente!

Tem vaga, professor?

Samuel, do Fluminense , balançou as redes duas vezes diante do Parnahyba, do Piauí, e não perdeu a chance de mandar seu recado para Fernando Diniz, técnico do profissional.

Não é assim!

No empate entre Vasco e Tubarão, Laranjeira teve chance de ouro já aos 39 minutos do segundo tempo para os cariocas, mas na hora de finalizar...