Conselho Deliberativo barra proposta de votação para Flamengo ter apenas profissionais no futebol

Presidente do Conselho Deliberativo do Flamengo , Antônio Alcides decidiu não abrir aos conselheiros a proposta feita para o futebol do Flamengo ser tocado apenas por profissionais. Segundo o dirigente, o estatuto rubro-negro indica que cabe a diretoria propor medidas para alterar o formato gerencial do clube, e não ao Conselho Deliberativo. A informação foi inicialmente publicada pelo portal "UOL".

+ Veja a classificação e as próximas rodadas da Série A do Brasileirão!

A proposta foi apresentada em abril de 2022, por meio do sócio Rafael Strauch, e teve a assinatura de mais de 60 conselheiros. A ideia é acabar com as vice-presidências temáticas do clube (futebol, jurídica, comunicação e marketing), e ter profissionais com dedicação exclusiva ao cargo, com remuneração e cobrança por resultados.

Após a negativa, Rafael Strauch buscará o apoio de outros conselheiros para tentar alterar o artigo citado pelo presidente do Conselho Deliberativo. Caso consiga, reapresentará a proposta da profissionalização do clube na sequência, informou em seu Twitter.

+ Conselho Deliberativo barra proposta de votação para Fla ter apenas profissionais no futebol

Rafael Strauch ocupou diferentes vice-presidência do Flamengo entre 2012 e 2017: Secretaria, Fla-Gávea, Administração e Chefia de Gabinete. Em suas redes sociais, o ex-dirigente afirmou que, enquanto estava na diretoria, tentou levar o assunto à votação. Veja!

- Mas foi tentado. Em diferentes momentos. O que se percebeu é que quando mudava muitos assuntos ao mesmo tempo isso emperrava o avanço. E depois as propostas foram sendo fatiadas. Mas, essa foi protocolada ao menos 2X (me refiro ao tema e não ao texto exato) - respondeu Strauch ao comentário de um torcedor - escreveu aqui .

Antônio Alcides foi reeleito como presidente do Conselho Deliberativo nas eleições de dezembro , e ficará no cargo até 2024. O nome foi apoiado pelo grupo político do presidente Rodolfo Landim.

Antonio Alcides e Landim

Antônio Alcides, presidente do CoDe, ao lado do presidente Rodolfo Landim (Foto: Marcelo Cortes/CRF)

Fonte: Lancenet
)