Rio - Nesta quarta-feira, 29, a Conmebol anunciou que Bruno Henrique foi denunciado por causa da entrada de carrinho que deu no adversário durante a vitória do Flamengo sobre o Millonarios por 3 a 0 , pela última rodada na fase de grupos da Libertadores. Inicialmente, o árbitro Facundo Tello (ARG) apresentou o amarelo ao atacante, mas mudou a cor do cartão após uma revisão no VAR.
A entidade informou que o atacante foi denunciado por infração ao artigo 14.1 inciso b (i) do Código Disciplinar que diz: "Suspensão por pelo menos um jogo na competição ou por um determinado período por cometer as seguintes infrações: i. Jogada brusca grave, que venha a ocorrer por meio da entrada violenta ou disputa de bola que ponha em risco a integridade física de um adversário; lance no qual o infrator use força excessiva ou aja com brutalidade (jogadores)".
Na súmula, o árbitro da partida fez o seguinte relato justificar a expulsão de Bruno Henrique: Jogo brusco grave; de foram direta por dar um chute de sola na canela do adversário enquanto a bola está em jogo entre ambos". O Flamengo tem até a próxima quarta-feira (5 de junho) para apresentar a defesa.

Flamengo na Libertadores

Com a vitória na última terça-feira, o Flamengo garantiu vaga nas oitavas de final da competição. No entanto, como o Bolívar também venceu na rodada, o Rubro-Negro avançou como segundo colocado do Grupo E. O adversário da próxima fase será conhecido a partir de sorteio.