O Flamengo tem sido um dos grandes protagonistas do Mercado da Bola, fazendo contratações de impacto e reforçando seu elenco para a próxima temporada. A notícia, contudo, pode de encontro com o slogan “Craque, o Flamengo faz em casa”, e ser bem ruim para os jogadores formados na Gávea.

Ainda sem contar com todos os reforços, a equipe rubro-negra fez seu primeiro jogo na pré-temporada nesta quinta-feira, no empate contra o Ajax, e só teve uma cria da base como titular. Mas é pouco provável que Léo Duarte mantenha sua titularidade.

Depois da chegada de Rodrigo Caio, que já estreou na partida da Florida Cup, a defesa do Flamengo deve ser formada ao lado de Rodolpho. Além disso, as informações são de que a diretoria ainda está interessada em contratar mais um defensor, o que reduziria ainda mais as chances de Léo Duarte.

Dentre os nomes apontados como de interesse para reforçar a defesa estão os de Léo Pereira, do Athletico , que é o preferido do momento, mas também há conversas por Miranda, da Inter de Milão .

Um pouco mais atrás, no gol, outra “prata da casa” deve perder a posição. Diego Alves foi um dos destaques do jogo e a aposta é que ele retome sua posição no gol, perdida após uma série de problemas com Dorival Junior. Assim, César voltará a ser uma opção.

No meio de campo o volante Jean Lucas, que renovou seu contrato no ano passado e tem uma multa de 30 milhões de euros (R$ 128 milhões), deve ter muitas oportunidades, mas é pouco provável que fique entre os 11 ideais de Abel Braga no começo da temporada.

Reinier, que também tem uma multa rescisória de incríveis 70 milhões de euros (R$ 298 milhões), tem apenas 16 anos e provavelmente só figurará o elenco para adquirir experiência.

Já no ataque, depois das despedidas de Vinícius Jr., Vizeu e Paquetá, o espaço para Lincoln é bem pequeno. Afinal, a chegada de Gabigol, com o status de artilheiro do último Brasileirão , a "badalação" sobre Uribe, e até a presença de Henrique Dourado, que teve a melhor fase da carreira justamento sob o comando de Abel, deve limitar bastante as oportunidades.