Braz e Spindel rebatem Dorival sobre férias do Flamengo em 2022: "É mentira dele"

O vice-presidente de futebol do Flamengo , Marcos Braz, e o diretor Bruno Spindel responderam a Dorival Júnior nesta sexta. Em entrevista coletiva no Ninho do Urubu após a apresentação de De La Cruz, eles desmentiram a declaração do treinador sobre as férias do elenco ao fim de 2022.

Em entrevista ao ge, Dorival Júnior afirmou que sua comissão técnica gostaria que o grupo se reapresentasse em 19 de dezembro daquele ano, após a parada da Copa do Mundo do Catar. Nesta sexta, Braz e Spindel deram outra versão.

Marcos Braz e Bruno Spindel, do Flamengo, coletiva no Ninho — Foto: Fred Gomes / ge

- Roupa suja se lava em casa. Tema que é tratado aqui dentro a gente não coloca para fora. Já que ele colocou, da questão das férias de 2022, jamais foi a posição dele e da comissão técnica voltar dia 19 de dezembro - afirmou Spindel.

- É mentira dele (Dorival) - emendou Braz.

Em entrevista publicada pelo ge no dia 29 de dezembro de 2023 , Dorival Júnior foi questionado sobre as críticas à duração das férias dos jogadores do Flamengo ao fim da temporada de 2022. Naquele ano, os jogadores descansaram por 34 dias após as conquistas da Libertadores e da Copa do Brasil. O treinador respondeu o seguinte.

- Nossa comissão técnica não tem nada a ver com essa decisão e, pelo contrário, tinha uma opinião que foi externada em reunião após o título em Guaiaquil. Nosso desejo era de que os jogadores se reapresentassem no dia 19/12 (...). Realmente, foi um tema com vozes discordantes e decidimos para bater o martelo após a definição da renovação, porém não abriria mão desse retorno dia 19 - disse.

Nesta sexta, Bruno Spindel detalhou a versão do Flamengo para a negociação das férias. O diretor reconheceu que houve discordâncias sobre a data da volta do elenco, mas garantiu que o treinador queria um descanso mais longo para os jogadores.

- A posição da comissão técnica dele foi de (voltar) 3 de janeiro. Eu e Marcos mandamos comunicar aos jogadores que o retorno era 26 de dezembro. Num ano em que a gente jogou quase 80 jogos, espremido pela Copa do Mundo. (...) A decisão em 26 de dezembro foi minha e do Marcos. Porque a decisão não se tomava. A gente não concordava com 3 de janeiro e a gente mandou que se reapresentasse no dia 26 de dezembro - afirmou Spindel.

Marcos Braz aproveitou para mandar um recado a Dorival Júnior, atual técnico da seleção brasileira. O dirigente lamentou que o treinador tenha demorado a se posicionar sobre o assunto.

- A única pena que tenho nisso é: por que levou 12 meses para se posicionar? Porque o questionamento da imprensa em relação a por que a gente voltou no dia 26 de dezembro foi desde sempre. Aí depois que ganha do Flamengo , numa final, aí vai se posicionar. Por que não falou antes? O tadinho e o coitadinho no futebol brasileiro navegam bem - disse Braz.

No ano passado, o São Paulo comandado por Dorival Júnior venceu o Flamengo na final da Copa do Brasil e conquistou o título inédito do torneio. Na última quarta-feira, a CBF anunciou a contratação do técnico para a Seleção.

Assista: tudo sobre o Flamengo no ge, na Globo e no sportv

Fonte: Globo Esporte